Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.895 em 19/10/2019  

Acidentes deixam três mortos em avenidas da Capital

Bezerra morte

Na Avenida Bezerra de Menezes, uma estudante universitária morreu atropelada 

Três pessoas morreram em acidentes de trânsito em Fortaleza nas últimas 48 horas. Conforme os registros da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), os desastres ocorreram em três das principais avenidas da Capital: Bezerra de Menezes, no bairro São Gerardo;Abolição, no Meireles; e Dioguinho, na Praia do Futuro. Foram dois casos de atropelamentos e uma queda de motocicleta.

Ainda na tarde de quarta-feira (14), véspera do feriado da Proclamação da República, uma ciclista foi atropelada e morta por um ônibus em plena Avenida Bezerra de Menezes. Tratava-se da jovem Natália Amâncio Prado, 20 anos, aluna do Curso de Economia Ecológica, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ela seguia para a faculdade, no Campus do Pici, quando foi colhida em sua bicicleta por um ônibus da empresa Gertáxi, que trafegava na faixa exclusiva de coletivos. A garota teve morte imediata. O corpo foi removido para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Pefoce.

Mais mortes

Na manhã de quinta-feira (feriado), um jovem morreu ao perder o controle de sua motocicleta que seguia em alta velocidade pela Avenida Abolição, no bairro Meireles . O piloto sofreu uma violenta queda e bateu forte a cabeça no asfalto, tendo morte instantânea.

O terceiro acidente aconteceu na noite de ontem na Avenida Dioguinho, na Praia do Futuro (zona Leste da Capital). O aposentado Francisco Pereira Carvalho, 75 anos, foi atropelado e morto por um ônibus. O motorista do coletivo apresentava sinais de embriaguez e foi espancado por populares, mas acabou preso pela PM e conduzido à delegacia do Bairro (9º DP/Vicente Pinzón).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar