Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

491 em 22/3/2019  

Vídeos "esquentam" polêmica entre governo e agentes sobre a responsabilidade por motins e mortes nos presídios

Presídios agora 2 031

Corpo carbonizado de um preso aparece coma faixa da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE)

A troca de acusações entre Governo e o sindicato dos agentes penitenciários em torno da responsabilidade pelas depredações e mortes nos presídios  da Região Metropolitana de Fortaleza esquentou nas últimas horas com a divulgação de vídeos de ambas as partes. Imagens  gravadas durante as rebeliões e a fala do presidente do sindicato serviram para polemizar ainda mais o caso.

Na manhã de ontem, o governo distribuiu para a Imprensa um vídeo em que o presidente do Sindicato dos Agentes  Penitenciários do Estado, Valdemiro  Barbosa, parabeniza a categoria pelo grau de adesão e engajamento na greve e pede que os colegas impeçam a entrada de visitas  nos presídios. Segundo o secretário da Justiça e da Cidadania, Hélio Leitão, esta postura fez os presídios explodirem numa mega rebelião que deixou 18 mortos e muita destruição.

Já os agentes penitenciários insistem na afirmação de que coube à tropa do  Batalhão de Polícia de Choque a missão de impedir que as visitantes entrassem nas unidades carcerárias para ter acesso aos seus familiares na manhã de sábado e no domingo também.

Os agentes também usaram vídeos para reforçar sua defesa diante da acusação do Governo.

Clima tenso

Independente de quem está com a razão, o clima de tensão nos presídios continua e, na madrugada de ontem (quarta-feira) uma nova fuga foi registrada no Sistema Penitenciário. Cerca de 40 presos que haviam sido transferidos para a CPPL 5, ainda em construção, acabaram escapando. Alguns já foram recapturados. Mas, a maioria permanece desaparecida e há relatos de que muitos fugitivos ainda estão escondidos em matagais às margens da BR-116, em Itaitinga. No bairro Pedras, naquele Município, moradores estão apavorados diante do clima de insegurança diante da presença dos criminosos em fuga.

Também em Pedras, a Polícia Militar fez a apreensão de armas de grosso calibre que eram transportadas em um automóvel por um ex-presidiário. Dois fuzis, uma submetralhadora e muita munição foram encontradas com Douglas Pereira do Monte, o “Douglas Ventão”, já processado por assaltos, porte ilegal de armas e formação de quadrilha. A Polícia suspeita que o armamento seria entregue a alguns membros de facções criminosas que fugiram do presídio durante a madrugada da quarta-feira. 

Veja vídeo da confusão entre a PM e as visitas na entrada do Complexo Penitenciário em Itaitinga:

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar