Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

136 em 22/1/2019  

Assassinato de jovem em Acopiara completa um mês e assassinos permanecem na impunidade

Quinta-Feira 5.5.2016 105

Karina foi assassinada na porta de casa por dois pistoleiros

Um mês após o assassinato da jovem Karina Firmino, na cidade de Acopiara, na Região Centro-Sul do Estado (a 340Km  de Fortaleza), a população aguarda o desfecho das investigações em torno do caso.

 

O inquérito policial instaurado para apurar o crime já está próximo de ser concluído com a possível indicação dos autores intelectuais e materiais, isto é, mandantes e executores.  Seus nomes, porém, não foram, ainda, revelados oficialmente.  Na cidade, no entanto, já é publica a informação de que os principais suspeitos do caso são um PM e sua esposa, uma escrivã da Polícia Civil.

Karina Firmino foi morta, a tiros, na noite do dia 4 de maio último na porta de casa, no momento em que desembarcava de sua motocicleta. Os pistoleiros haviam montado uma emboscada para que a vítima não tivesse a menor chance de acontecer. Foi o que aconteceu.

Atacada de surpresa, Karina recebeu, pelo menos, quatro tiros à queima-roupa e morreu quando era atendida no Hospital de Iguatu, já na madrugada do dia 5 de maio.

Há uma semana, a população de Acopiara foi às ruas da cidade numa grande caminhada pela paz e por justiça. Amigos, familiares e o povo em geral quer a identificação e prisão dos assassinos, diante de um crime  que teve como vítima uma jovem mãe de um bebê de apenas 8 meses de vida.

 

Um pistoleiro suspeito de ter envolvimento com o caso já está identificado. Há cerca de duas semanas ele teria se envolvido em um tiroteio na cidade de Iguatu juntamente com um comparsa. Os dois teriam  trocado tiros com ocupantes de uma caminhonete Hilux. Na ocasião, o comparsa acabou baleado e morreu no hospital daquele Município. O pistoleiro, no entanto, conseguiu escapar e está em liberdade.

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar