Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.941

Atualizado em 18/12/2017  

Bandidos incendeiam três ônibus na Capital e PM faz alerta a policiais sobre ameças de atentados no fim de semana

Fogo 1

Um coletivo foi incendiado, ainda na tarde de sexta, na Avenida Maestro Lisboa, em Messejana

VEJA VÍDEO DO PRIMEIRO ÔNIBUS ATACADO E INCENDIADO, EM MESSEJANA

Três ônibus incendiados e um alerta geral para todos os policiais  militares e civis – de folga ou de serviço – sobre possíveis ataques contra eles. Este foi o cenário da violência entre a tarde de sexta-feira e a madrugada de hoje na Grande Fortaleza. A sequência de incidentes teria sido uma represália de facções criminosas por conta da morte de um bandido numa troca de tiros com a PM.

O confronto ocorreu no fim da manhã da sexta-feira (17) no bairro Aerolândia, quando patrulhas da PM se depararam com dois bandidos armados em uma motocicleta. Foi dada a ordem de parada e os suspeitos não obedeceram, ao contrário, passaram a atirar contra os militares, dando início a uma perseguição policial pelas ruas daquela comunidade.

O fim do cerco ocorreu quando um dos criminosos foi morto, a tiros, no telhado de uma residência na Rua do Piloto. O comparsa conseguiu fugir e a Polícia apreendeu três armas de fogo (pistolas). Porém, cerca de quatro horas depois, teve início a represália dos bandidos. A Polícia identificou o bandido morto como “Saporé”, chefe de uma quadrilha de assaltantes do bairro Sapiranga-Coité, na Água Fria.

Incêndios

Ainda no meio da tarde, um ônibus foi atacado por bandidos armados e incendiado na Avenida Maestro Lisboa, na Messejana.  À noite, mais dois coletivos tiveram o mesmo fim, sendo destruídos em  incêndios criminosos nos bairro s Conjunto Prefeito José Walter e Sapiranga.  A Polícia não conseguiu prender nenhum dos vândalos, mas reforçou o policiamento nos dois bairros.

Ainda à tarde, um alerta geral foi feito, via rádio, pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), advertindo todos os policiais para que evitasse transitar em coletivos ou mesmo em seus veículos particulares usando fardas, já que em grupos fechados nas redes sociais foram espalhados boatos de que policiais seriam atacados por criminosos no fim de semana.

Via WhatsApp, o comandante-geral da PM, coronel Ronaldo Viana, alertou também a tropa para que redobrasse a atenção durante o período de folga e para aqueles militares que iriam trabalhar no fim de semana nas áreas consideradas mais críticas da cidade, citando bairros como Granja Portugal, Granja Lisboa, José Walter, Genibaú, Sapiranga e Vila Velha. “Vamos intensificar as abordagens, com cautela e segurança. Vamos ficar atentos a tudo e a todos, estando de serviço ou não”. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar