Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

4.004
Atualizado em 20/10/2017

Pistoleiros erram o alvo e atiram em ex-secretária ao confundi-la com prefeita

Márcia ClébiaCarol Ramalho

Márcia Clébia foi atingida por quatro tiros       Prefeita Carol Ramalho seria o alvo do atentado

Erro de execução. Esta é a hipótese que norteia as investigações das autoridades policiais acerca do atentado a tiros sofrido na tarde desta segunda-feira (10) pela fisioterapeuta e ex-secretária de Saúde do Município de Paraipaba, Márcia Clébia Costa. Ela foi atingida a tiros na cidade de São Luís do Curu (a 79Km de Fortaleza). O alvo dos pistoleiros, na verdade, seria a prefeita daquele Município, Carolina de Araújo Ramalho Pequeno, a Carol Ramalho.

As informações dão conta de que a trama para o atentado contra a gestora teve seu primeiro  ato ainda na manhã de segunda-feira,  quando um homem ligou para a Prefeitura se dizendo jornalista e que pretendia fazer uma entrevista com Carol.   Foi, então, marcado o horário, 16 horas.

À tarde, a mesma pessoa teria ligado já para saber quando seria recebida pela prefeita. No entanto, o marido de Carol teria informado que ela não estava na sede da Prefeitura.  Diante disso, os assassinos teriam passado a procurá-la na cidade, indo parar no prédio da Secretaria de Saúde, onde teriam confundido Carol com Márcia Clébia.

Tiros

 A fisioterapeuta foi atingida quatro vezes, sendo um tiro de raspão na cabeça, além outros nas mãos, braços e no abdome.  Ela foi transferida para Fortaleza e internada no Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro). Segundo informações do hospital, a paciente não sofre risco de morte.

Já a prefeita e o marido estão em pânico e temerosos diante do fato. O casal não sabe a quem atribuir a ordem para o atentado, mas não descarta que o crime tenha motivação política.

 Carol Ramalho, 35 anos, foi eleita, no ano passado com 6.160 votos, o que representou 61,22 por cento dos sufrágios do eleitorado de São Luiz do Curu. Ela é filiada ao Partido da República (PR) e encabeçou a chapa da coligação “A Mudança que o Curu precisa”.

Entre 2016 e 2017, pelo menos, nove políticos foram mortos no Ceará. Veja a relação completa dos casos:

1 – (4 de janeiro/2016) – Empresário e vereador do Município de Itarema, no litoral Oeste do estado (a 210Km de Fortaleza), José Marcondes Rodrigues (PRB), filiado ao PRB, é assassinado, a tiros, na Praia de Almofala, ao reagir a um assalto (latrocínio).

2 – (13 de abril/2016) – Vereador Antônio Chagas de Oliveira, 48 anos, filiado ao PTB é assassinado, a tiros, durante uma discussão política na porta de um bar na cidade de Catarina, na Região dos Inhamuns (a 394Km da Capital). Dias depois, a Polícia prendeu o assassino, Maike Evangelista Nascimento.

3 – (31 de julho/2016) – Vereador e ex-presidente da Câmara dos Vereadores de Paraipaba (a 115Km de Fortaleza), Manoel Paulino Cavalcante, 62 anos, filiado ao PDT, foi morto a tiros na porta de casa, naquela cidade do Litoral Oeste do Estado. O crime teria sido uma vingança e não teve conotação política.

4 – (20 de agosto/2016) - Policial civil (inspetor) e candidato a vereador pelo Município de Quixeramobim, José Cláudio Nogueira, 51 anos, filiado ao PSB, é assassinado. O crime ocorreu na zona rural do Município de Senador Pompeu (a 273Km de Fortaleza). Posteriormente, a Polícia descobriu que os mandantes do assassinato foram a esposa da vítima e um amante dela. Os dois foram presos, juntamente com os pistoleiros.

5 – (5 de setembro/2016) – O  vereador e candidato à reeleição José Elbio de Almeida Chaves, 39 anos, o “Elbinho”, filiado ao PPS, é morto, a tiros de escopeta calibre 12 e pistolas,  por pistoleiros na cidade de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza).  A Polícia desconfia de que o crime foi motivado por disputa política na região.

6 – (24 de setembro/2016) - Vereador e candidato à reeleição em Aiuaba, na Região dos Inhamuns (a 430Km da Capital), José Valmir de Sousa, 58 anos, filiado ao PSDB, é morto, a tiros, por dois pistoleiros no momento em que deixava o palanque onde participara de um comício na localidade de São Nicolau, na zona rural daquele Município. Logo em seguida, um filho dele matou um dos assassinos e feriu o segundo.  O crime teve motivação política.

7 – (27 de dezembro/2016) – O vereador e presidente da Câmara Municipal de São João do Jaguaribe, Francisco Anaílde Chaves (PDT é assassinado por pistoleiros.

8 – (21 de fevereiro/2017) – Vereadora Jucely Alves Arrais, 36 anos (PDT) é assassinada por pistoleiros na localidade Bom Nome, na zona rural do Município de Aiuaba. O crime ocorreu na residência de familiares.

9 – (4 de abril de 2017) – Suplente de vereador Antônio Carlos Castro de Lima, 37 anos, é assassinado, a tiros, na cidade de Acarape

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

z1
 
 
Jornalista
Fernando Ribeiro
Bem-vindos ao blog, espaço destinado a matérias sempre atualizadas sobre Fortaleza e o Estado do Ceará
 
icon (85) 9 8826.7143

Compartilhe conteúdo

 

12f

 

zz1