Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Portuguese English French Italian Japanese Spanish

Feirantes mantêm o protesto no entorno da Rua José Avelino e a Tropa de Choque da PM permanece no local

image3

A situação é tensa no local com muito fogo e fumaça na Avenida Alberto Nepomuceno

No quarto dia de protestos, os feirantes da Rua José Avelino, no Centro de Fortaleza, voltaram a queimar pneus e a impedir o trânsito no entorno do local onde a feira se realiza. O Batalhão de Polícia de Choque da PM (BPChoque), a tropa da Guarda Municipal de Fortaleza  (GMF), agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e da Cidadania (AMC) e fiscais do comércio ambulante tentam contornar a situação, juntamente com várias guarnições do Corpo de Bombeiros Militar.

Na manhã desta terça-feira os manifestantes mudaram o local do protesto. Eles saíram do viaduto da Avenida Leste-Oeste, onde havia interrompido o tráfego com barreira de fogo, na manhã de segunda-feira, e passaram para a Avenida Alberto Nepomuceno, nas cercanias do Mercado Central e do Comando da Décima Região Militar.

Os protestos se estenderam também pela Avenida Pessoa Anta, causando dificuldades no tráfego de veículos principalmente para os condutores e passageiros que tentam chegar ao Centro procedentes de bairros da zona Leste da cidade. 

Também está difícil o tráfego para quem tentar chegar à Avenida Leste-Oeste nas proximidades da sede da Secretaria Estadual da Fazenda do Ceará (Sefaz).

A Polícia Militar mantém efetivos do Batalhão de Choque e da Cavalaria no local. Até agora, não foi registrada nenhuma prisão nem feridos. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar