Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.020 em 23/10/2018  

DIREITO DE RESPOSTA

Renê Rodrigues Lima, citado em matéria recente sobre a fuga de detentos da Casa de Privação Provisória da Liberdade Agente Elias Alves da Silva, a CPPL 4, em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), nega ter tido envolvimento em fatos citados na reportagem. Através de sua advogada, Herbênia Rodrigues, ele solicitou direito de resposta.

Conforme a matéria, ele teria tido participação no resgate de detentos daquela unidade carcerária e, supostamente, participação na morte de um traficante de drogas em Fortaleza.

Através de uma nota, Renê Rodrigues refuta as acusações e afirma, ainda, não pertencer a nenhuma facção criminosa que atua no Ceará.

Leia, a seguir, a nota enviada ao blog.

EXERCÍCIO DE DIREITO DE RESPOSTA:

Ao Blog do Fernando Ribeiro.

Exercício do Direito de Resposta:

Eu, Renê Rodrigues Lima, tendo em vista a matéria divulgada em 02/10/2018, no Blog do Fernando Ribeiro, de conteúdo ofensivo à minha pessoa, venho por meio desta exercer o

Direito de Resposta esclarecendo o seguinte:

É totalmente falsa a informação inserida no Blog do Fernando Ribeiro que divulga a minha imagem e envolve o meu nome em crime de homicídio e no fato relacionado ao resgate de pessoas presas na CPPL 4 . Não tenho qualquer envolvimento com ações dessa natureza e apesar de estar respondendo por tráfico de drogas em processo criminal, defendo-me em liberdade de tais acusações na forma da lei perante a Justiça.

Exerço atividade lícita, sou pai de família, e me sinto gravemente prejudicado por essa divulgação de notícia falsa sobre a minha pessoa, que põe em risco, inclusive, a minha vida, pois não faço parte de facções.

Fortaleza, 03 de outubro de 2018.

Renê Rodrigues Lima.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar