Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.681 em 13/9/2019  

EXCLUSIVO: Tribunal de Justiça manda investigar em sigilo tiros disparados contra carro oficial de desembargador

tribunal 064

Foto exclusiva obtida pelo blogdofernandoribeiro.com.br  mostra os tiros no carro oficial do desembargador Francisco Pedrosa. O veículo já passou por perícia

Depois de ser alvo de uma operação de busca e apreensão realizada por agentes da Polícia Federal, mais um mistério ronda o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará. Um carro oficial, blindado, com chapa de bronze, está escondido a sete chaves no estacionamento do subsolo da sede daquele órgão, no bairro do Cambeba, em Fortaleza. O local está isolado. Ninguém pode chegar nem perto. No  veículo, as marcas de, pelo menos, cinco disparos de arma de fogo.

O mistério em torno do fato vem sendo acompanhado, pelo blogdofernandoribeiro.com.br desde a última quarta-feira (15), quando os funcionários chegaram para trabalhar e se depararam com o fato. Nos corredores do tribunal os boatos são muitos e as especulações apontam para um suposto atentado contra um dos magistrados.

O carro  alvejado com vários tiros, provavelmente na noite de terça-feira (14)) ou mesmo na madrugada de quarta-feira (15), é um Honda New Civic (de uma locadora, alugado ao TJCE), preto, que está à disposição do gabinete do desembargador  Francisco Pedrosa  Teixeira, um dos magistrados daquela Corte que, supostamente, está sob investigação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) acerca do escândalo da “venda” de liminares durante os plantões de feriados e fins de semana.

“É uma verdadeira operação abafa. Ninguém pode falar nada sobre isso nem chegar sequer perto do carro”, revelou ao blogdofernandoribeiro.com.br um servidor do tribunal.

Para evitar especulações, o Tribunal pediu que a perícia no carro fosse feita lá mesmo na garagem do subsolo do TJ. E isto realmente aconteceu. Uma equipe da Coordenadoria de Criminalística da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) esteve  lá na quarta-feira fazendo os levantamentos no carro, em busca de pistas que possam apontar de que arma partiu os tiros.

Não se sabe, ainda, se o desembargador Pedrosa estava no automóvel no momento em que ocorreu o suposto atentado nem se o fato estaria ligado às investigações do CNJ.

Alvejado

Atentados contra magistrados cearenses não são raros, porém, quando possível, mantidos em sigilo. O Tribunal de Justiça mantém uma equipe própria de segurança à disposição de seus magistrados. São  policiais militares à disposição daquela Corte.

Há cerca de dois meses, o carro de um juiz (filho de um desembargador) foi também alvo de tiros na Via Expressa, no bairro Papicu. O magistrado somente não foi ferido porque o veículo é blindado. Neste caso, as suspeitas foram de uma suposta tentativa de assalto. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar