Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

2.157 em 19/06/2020

Fim de semana na Grande Fortaleza já registrou 21 mortes violentas, entre homicídios e acidentes de trânsito

O fim de semana ainda não terminou, mas já registra até o começo da tarde deste domingo (8), pelo menos, 21 mortes de causas violentas. Da noite de sexta-feira (18:00) até o começo da tarde de hoje (13:00) foram contabilizados pelas autoridades da Segurança Pública, 16 casos de homicídio e mais cinco mortes em acidentes de trânsito com óbitos na Grande Fortaleza.

Somente neste domingo, foram cinco pessoas mortas em acidentes de trânsito. O primeiro deles aconteceu por volta de 4h30, em plena Avenida Barão de Studart, na Aldeota, quando um homem, identificado como Francisco de Assis Xavier, morreu atropelado. Por volta de 8 horas, outro desastre deixou três mortos na rodovia estadual CE-090, a Rodovia Litorânea, em Icaraí, Caucaia. Um veículo se desgovernou e bateu em um poste, causando a morte dos três ocupantes. Já no começo da tarde, ocorreu o quinto acidente fatal. Foi na esquina das ruas Princesa Isabel e Guilherme Rocha, no Centro. Um mototaxista, ainda não identificado, morreu numa colisão com uma topique que seguia em direção à Barra do Ceará.

 

Assassinatos

 

Na noite de sexta-feira, foram registrados seis casos de homicídio na Grande Fortaleza, nos seguintes Municípios: Itaitinga, Caucaia, Aquiraz, Maranguape e Fortaleza (nos bairros Mondubim e Varjota). No sábado, foram mais sete assassinatos, na Granja Portugal, Guaiúba, Maranguape, Passaré, Barroso, Ancuri e Mondubim.

Já entre a madrugada e o começo da tarde deste domingo, a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) registrou mais três assassinatos em Fortaleza. Por volta de 3h15, um homem foi morto, a tiros, na Rua Francisco Dantas, no bairro Edson Queiroz. A vítima acabou identificada como Álisson Mateus de Sousa. Em seguida, às 4h30, o segundo assassinato ocorreu na Rua José Aírton Cavalcante, no bairro Álvaro Weyne (zona Oeste da Capital). O corpo de Daniel Ferreira da Costa apresentava várias marcas de tiros. E por volta de 12h30, um homem ainda sem identificação foi baleado e morto no cruzamento das avenidas Presidente Costa e Silva (Perimetral) e Castelo de Castro, no bairro Jangurussu.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar