Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

2.302

Atualizado em 15/6/2018  

Violência sem trégua: garoto de 13 anos é fuzilado na periferia de Fortaleza

adolescente-assassinado

Fortaleza é a capital nordestina onde ocorre a maior taxa de assassinato de adolescentes

Um adolescente de apenas 13 anos tornou-se a mais recente vítima da violência armada em Fortaleza. No começo da noite desta quarta-feira (29), o garoto  identificado como Wesley do Nascimento Moura, foi executado sumariamente, a tiros, no bairro Jardim Violeta, no Grande Barroso, zona Sul da Capital.

A Polícia acredita que Wesley tenha se tornado mais uma vítima dos assassinatos ordenados por traficantes. O garoto foi surpreendido pelos criminosos na esquina das ruas Guilherme Assunção e Francisco José da Costa.

Era por volta de 18h40, quando ocorreu o assassinato. O adolescente foi atingido por vários tiros disparados à queima-roupa, tendo morte instantânea.  O corpo de Wesley deu entrada no necrotério da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) por volta de 20h30.

Familiares do garoto não quiseram falar sobre o fato. Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e uma equipe  da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) foram ao local do crime dar início às primeiras investigações.

Outra execução

Já no Interior do estado, outro assassinato foi registrado na madrugada desta quinta-feira (30). Aconteceu na cidade de Jucás, na região Centro-Sul do Ceará (a  414Km de Fortaleza), onde um ex-presidiário foi executado, a tiros, dentro de sua residência e na presença da esposa.

Conforme as primeiras informações colhidas pela Polícia no local do crime, Jean Carlos da Silva de Sousa, 34, anos, havia saído recentemente da Penitenciária Industrial Regional do Cariri (Pirc), sediada em Juazeiro do Norte, e retornara para casa, na cidade de Jucás.

Durante a madrugada, a casa dele, localizada no bairro Coco Verde, na periferia da cidade, foi invadida por dois homens armados de pistolas. Ao perceber que seria baleado, Jean Carlos tentou fugir correndo em direção ao quintal da residência, mas ali foi executado. A Polícia suspeita de um “acerto de contas”. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar