Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

952 em 23/5/2019  

Sindicato denuncia que policiais civis cearenses trabalham com munição vencida

tarde hoje 059

Operações constantes da Polícia Civil têm resultado na apreensão de muitas armas de fogo. Mas os policiais atuam sem os devidos  equipamentos, informa o sindicato da categoria

O Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol)  denuncia que a categoria está trabalhando nas ruas, no combate ao crime, com munições e coletes com prazos de validade vencidos. Na tarde desta segunda-feira, a entidade  realiza uma coletiva de Imprensa para dar detalhes da situação.

Segundo o presidente do Sinpol, Gustavo Simplício, será divulgado o conteúdo de um documento que foi encaminhado ao delegado-geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, sobre a questão da munição vencida que está sendo utilizada pelos inspetores e escrivães.

No documento, Gustavo Simplício alerta sobre o perigo que os agentes estão correndo ao participarem diretamente de operações de combate ao crime, em cercos policiais em todo o estado, com “suprimentos de trabalho vencidos, tais como munições e coletes balísticos”.

Na coletiva, será também apresentado  um comparativo histórico do fornecimento dos insumos aos agentes da instituição.

A diretoria da entidade alerta, ainda, que se a situação não foi resolvida e algum policial venha a ser lesionado em operação, a entidade ingressará com uma representação judicial  Civil e Criminal contra o Estado.

A direção da Polícia Civil e a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ainda não se pronunciaram  oficialmente sobre a s denúncias do sindicato.

Fuga

Além do uso de equipamentos e insumos inadequados, o sindicato tem constantemente denunciado a superlotação de presos nas delegacias de Polícia, o que tem motivado constantes episódios de fugas, brigas e rebeliões, além do desvio de função dos servidores, que deixam de trabalhar na investigação de crimes para exercer a função de carcereiro.

Na noite de domingo, dois presos conseguiram fugir do 12º DP (Conjunto Ceará) durante o plantão. A Polícia Militar agiu rapidamente. Houve tiros e muita correria e os detentos acabaram sendo recapturados logo em seguida. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar