Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Portuguese English French Italian Japanese Spanish

Depois de muita especulação, são definidos nomes para compor a nova cúpula da Segurança Pública

Everardo

Delegado Everardo Lima será o chefe da Polícia Civil do Ceará

KennedyAlexandre Ávila

Coronel Kennedy (à direita) vai comandar a PM. Tenente-coronel Alexandre, o secretário adjunto

Depois de muita especulação, enfim, o novo secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, André Costa, deverá nomear nas próximas horas sua equipe de delegados da Polícia Civil e coronéis da Polícia Militar para compor os comandos das duas corporações e da própria SSPDS. O novo comandante-geral da PM será o coronel Francisco Kennedy Pimentel Lopes. Já a Polícia Civil terá como delegado-geral, Everardo Lima da Silva.

Para compor ainda a cúpula da PM foram convocados o coronel Willamar Galvão para ser o comandante-adjunto (subcomandante) e como secretário-executivo do Comando-Geral, o atual comandante-interino da PM, coronel Franco Neto.

Já o nome do secretário adjunto (subsecretário) da SSPDS foi definido nas últimas horas e, conforme informações extra-oficiais, será o atual comandante do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque), tenente-coronel Alexandre Ávila.  Já no Corpo de Bombeiros Militar, nomes ainda não foram ventilados.

As especulações e boatos sobre os nomes dos novos chefes da Segurança Pública aconteciam desde a semana passada até que, finalmente, o governador do estado, Camilo Santana, decidisse por nomear o delegado federal André Costa, cearense, ex-escrivão da Polícia Civil do Ceará.

Operacional

O Comando-Geral da PM deverá passar por uma nova reestrutura em termos operacionais.  Haverá uma espécie de gabinete gestor ou Estado-Maior operacional que vai reunir os comandos de policiamento da Capital (CPC), Metropolitano (CPM) e dos Interiores Norte e Sul (CPI-Norte e CPI-Sul), além do Comando do Policiamento Especializado (CPE). O objetivo do novo órgão é definir metas e planejar operações em todo o Estado, com foco para as regiões que apresentam maiores índices de roubos e furtos, já que esta é a principal meta para o biênio 2017/2018 do governador Camilo Santana (PT).

Para Camilo, a Polícia precisa dar uma resposta aos alarmantes índices de roubos (assaltos) no Ceará. Em 2016, foram, nada menos, que 72.661 registros de Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) registrados através de Boletins de Ocorrência (B.O.s), enquanto em 2015 foram 60.964, u aumento da ordem de 19,18 por cento. Os dados estão postados no site da própria SSPDS. 

Haverá mudanças também nos comandos da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), Academia Estadual da Segurança Pública (Aesp), Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). 

Posteriormente, mudanças ocorrerão também em batalhões e companhias da PM e nos departamentos, divisões, delegacias regionais, especializadas e municipais da Polícia Civil. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar