Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Portuguese English French Italian Japanese Spanish

Governo do Estado repudia morte de homossexual e aciona Segurança Pública para prender autores do crime de homofobia

 

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e o 32º DP (Bom Jardim) estão mobilizados nas investigações que tentam identificar e prender um grupo de jovens responsável pelo assassinato do homossexual identificado por Dandara dos Santos. O crime foi filmado e as imagens postadas nas redes sociais, tendo repercussão nacional.

O assassinato de Dandara aconteceu no último dia 15 de fevereiro, no bairro Bom Jardim. Nas imagens é possível observar os atos de violência praticados contra a vítima que, de forma covarde, é espancada por, pelo menos, quatro rapazes. Atingido por socos, pontapés e pauladas, Dandara é, em seguida, jogada em um carrinho de mão. Depois disso, os assassinos somem de cena com a vítima, que, horas depois, foi encontrada morta em um matagal.

O crime teve ampla repercussão no Brasil inteiro e o Governo do Estado do Ceará emitiu, neste fim de semana, uma nota oficial sobre o caso. A nota é assinada pelo secretário-Chefe do Gabinete do Governador, José Élcio Batista.

Veja o teor da nota:

“O Governo do Ceará vem a público manifestar o seu mais profundo repúdio a atos de violência e intolerância como o que foi praticado contra Dandara dos Santos, morta por brutal espancamento. Cumpre informar que toda a estrutura da Segurança Pública do Estado está mobilizada para a apuração do crime e a punição dos responsáveis.

Este governo acredita e defende, por meio de uma estrutura de direitos humanos vinculada ao Gabinete do Governador, e por políticas públicas vigentes, que o pluralismo, a diversidade e a tolerância são valores fundamentais para a democracia. Estes são pilares inalienáveis de uma sociedade inclusiva e justa.

Em consonância com os  preceitos das liberdades individuais e dos direitos humanos, reafirmamos nossa opção pela vida humana, renegando toda e qualquer manifestação de preconceito”. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar