Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Portuguese English French Italian Japanese Spanish

Após ataques a ônibus e a base da PM, além de uma onde assassinatos, secretário manda novo recado para a bandidagem

André Costa - secretário 2

Secretário mandou o recbado aos delinquentes no facebook: "Não recuaremos"

Após os ataques a ônibus e a um posto da PM, além do assassinato de um militar e a onda de execuções sumárias que atingiu a Capital durante o fim de semana, o secretário da Segurança Pública do Ceará, delegado federal André Costa, usou sua página no facebook para, mais uma vez, mandar um recado para os bandidos. ”A Polícia age conforme a situação e não recuaremos”, escreveu.

O secretário acompanhou a movimentação policial durante todo o fim de semana, e se reportou às ameaças de bandidos feitas através das redes sociais. Bandidos ligados à facções teriam determinado os ataques nas ruas após a morte de um comparsa, um assaltante identificado  por “Saporé”, que tombou numa troca de tiros com uma patrulha do Batalhão de Choque (BPChoque), na manhã da última sexta-feira, no bairro Alto da Balança, em Fortaleza.  

Ataques seriados

Ainda sexta-feira,  criminosos incendiaram, ao menos, três ônibus nos bairros Messejana, Conjunto José Walter e Sapiranga.  E na madrugada de sábado, uma cabine da PM instalada na Praça Murilo Borges (Praça do BNB), no Centro de Fortaleza, também foi incendiada. Horas depois, bandidos invadiram a casa de um PM, em Caucaia, e o mataram com vários tiros.

Leia o teor do texto escrito pelo secretário em sua página no facebook:

“Parece que os bandidos no Estado do Ceará não entenderam.

Não adiante espernear, criar vídeos ameaçadores e postagens no facebook, pois por trás de uma câmera todo homem é macho.

Todos os policiais, eu disse TODOS, civis, militares, bombeiros militares, peritos e auxiliares de Perícia, estamos unidos e já tomamos a ofensiva. Vamos seguir adiante.

Os policiais e os cidadãos de bem sabem que eu voltei ao Ceará por eles, para servi-los e dar as melhores condições de trabalho.

Quanto às reações dos criminosos, já esperávamos e contávamos com elas. Algo que viria naturalmente. Mas estamos unidos e prontos  para reagir sempre à altura, oferecendo a eles os caminhos que queiram percorrer. Só um aviso: sejam sábios, escolham o menor pior!”

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar