Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

3972
Atualizado em 18/10/2017

Violência sem freio no Ceará deixa 833 pessoas assassinadas em apenas 79 dias de 2017

Morte e Ronda 2

A maioria absoluta dos assassinatos na Capital e RMF está ligada ao tráfico de drogas

Morte e Ronda

Baixo contingente na Polícia Civil agrava a falta de invetigação, causando impunidade e reincidência dos assassinos habituais

Nos primeiros 20 dias de março, nada menos, que 215 pessoas foram assassinadas no Ceará, conforme levantamento do cearanews7.com.br baseado no acompanhamento diário dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI) registrados no estado.  No acumulado do ano, totalizando 79 dias, já são 833 homicídios, latrocínios (roubos praticados com morte das vítimas) e lesões corporais seguidas de óbito. A média se mantém neste trimestre de 10,5 casos/dia.

Entre os dias 1º e 20 de março, a capital cearense, composta por seis Áreas Integradas de Segurança (AIS 1,2,3,4,5 e 6) registrou um total de 100 assassinatos.

Já na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), dividida em três AIS (7, 8 e 9)  e formada por com  14 municípios (Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Maracanaú, Maranguape, Itaitinga, Pacatuba, Guaiúba, Horizonte, Pacajus, Chorozinho, Eusébio, Aquiraz, Pindoretama e Cascavel), foram praticados 45 homicídios.

Sertão

No Interior Norte, composto por 89 municípios distribuídos em quatro Áreas Integradas de Segurança (AIS 12, 13, 14 e 17), nas regiões Litoral Oeste, Sertões de Canindé,  Vale do Curu, Vale da Ibiapaba e Norte, foram registrados 28 assassinatos.

No Interior Sul, formado por 80 Municípios em cinco AIS (10, 11, 15, 16 e 18), nas regiões do Litoral Leste, Vale do Jaguaribe, Cariri, Inhamuns e Sertão Central, a Polícia contabilizou 42 CVLIs no período. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar