Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

4.060
Atualizado em 23/10/2017

Violência no fim de semana no Ceará deixou 42 pessoas mortas

Sargento

Sargento Braz, do Colégio da PM, foi morto por assaltantes no bairro Parangaba

Ao menos, 42 pessoas tiveram morte violenta durante o fim de semana que marcou o fim do mês de março e o começo de abril de 2017, no estado do Ceará. Entre a última sexta-feira (31/3) e o começo da madrugada desta segunda (3/3), as delegacias plantonistas da Polícia Civil, a Polícia Militar e a Perícia Forense (Pefoce) registraram 34 assassinatos e mais oito mortes em acidentes de trânsito.

Em Fortaleza, 12 pessoas foram mortas nos seguintes bairros: Jangurussu (dois casos), Henrique Jorge, Passaré, Vicente Pinzón, Padre Andrade, Meireles, Parangaba, Carlito Pamplona, Mondubim, José Walter e Jardim das Oliveiras.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram registrados crimes de morte em Maracanaáu, Aquiraz, Cascavel e Caucaia.

Sertão

No Interior Norte do estado, pelo menos, cinco pessoas foram assassinadas no período, com crimes que foram praticados nos Municípios de Sobral (dois casos), Ipu, Paraipaba e Canindé.

 Já no Interior Sul, além dos sete bandidos mortos no confronto com a Polícia na cidade de Jaguaruana, também foram registrados assassinatos nos Municípios de Nova Olinda, Morada Nova, Quixadá, Parambu e Quixeramobim.

Acidentes

Oito pessoas perderam a cidade de forma trágica em acidentes de trânsito durante o fim de semana, nos seguintes Municípios: Campos Sales, Maranguape, Reriutaba, Brejo Santo, Crato,  Penaforte, Nova Russas e Santana do Cariri.

PM perde dois homens

Dois policiais militares morreram de forma violenta no fim de semana. O primeiro caso ocorreu na noite de sábado, quando o sargento Márcio Franklin Rodrigues Braz (sargento Braz), destacado no Colégio da Polícia Militar General Edgard Facó, foi assaltado e baleado na Avenida Doutor Silas Munguba, em Parangaba. Ele recebeu dois tiros à queima-roupa e teve morte instantânea.

O segundo caso ocorreu por volta de 15 horas do domingo (2), na Estrada da Tangueira, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), quando o cabo PM Aluísio Carneiro da Silva Júnior (cabo PM Aluísio), destacado na 2ª Companhia do 14º BPM (Maracanaú),  morreu em conseqüência de um acidente de trânsito. O carro que ele guiava colidiu de frente com outro automóvel. A colisão frontal aconteceu deixou, ainda, quatro pessoas feridas. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar