Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.909

Atualizado em 15/12/2017  

Ciro Gomes admite fracasso e fim do Ronda do Quarteirão e chama Imprensa de "superficial"

Ciro Gomes 2

Ciro admitiu fim do Ronda, obra do irmão dele, Cid : "estamos fazendo outro caminho"

O ex-governador cearense Ciro Ferreira Gomes atacou a Imprensa ao falar sobre a violência no estado do Ceará. Em entrevista na Assembleia Legislativa, na última sexta-feira (23), o ex-ministro e ex-deputado federal acusou a Imprensa de ser “superficial” e que “infesta a vida do brasileiro”.  Ciro admitiu nas entrelinhas de suas declarações o fim do Ronda do Quarteirão, projeto que foi implantado por seu irmão, o ex-governador Cid Gomes, como solução para reduzir a criminalidade no Ceará, mas que resultou em um plano fracassado.

Ciro negou uma possível troca de secretário de Segurança Pública no governo de Camilo Santana por conta da explosão nas taxas de homicídios. “A gente gosta muito de ser paroquial aqui no Ceará, mas a violência é um fenômeno que explodiu no Brasil inteiro, mas isso não nos imuniza e nem nos atenua”.

Em seguida, o ex-governador afirma que o governo de Camilo Santana está combatendo a criminalidade e, neste momento da entrevista, ele fala que as mudanças estão ocorrendo no setor, embora sem falar textualmente no fim do programa Ronda do Quarteirão, como admitiu, recentemente, o secretário de Segurança André Costa. “A sociedade cearense ver que estamos tentando (combate o crime). Foi criado um tipo de Polícia, montada uma política de Segurança. Agora, estamos dando outro caminho, fazendo outro caminho...”

E, por fim, Ciro Gomes alfineta a Imprensa. “Não há um manual de se fazer (para combate à violência), a não ser o jornalismo superficial que, infelizmente, infesta a vida do brasileiro”. 

OUÇA A ENTREVISTA DO EX-GOVERNADOR:

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

z1
 
 
Jornalista
Fernando Ribeiro
Bem-vindos ao blog, espaço destinado a matérias sempre atualizadas sobre Fortaleza e o Estado do Ceará
 
icon (85) 9 8826.7143

Compartilhe conteúdo

 

12f

 

zz1