Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.572

Atualizado em 23/11/2017  

Briga de facções deixa três detentos mortos na Cadeia Pública de São Gonçalo do Amarante

São Gonçalo 2

São Gonçalo 1

São Gonçalo 4

São Gonçalo 5

Quando a PM entrou na Cadeia encontrou três detentos mortos e outro ferido a golpes de cossoco

Uma briga entre presos de facções criminosas rivais na Cadeia Pública da cidade de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza/RMF (55Km da Capital), terminou de forma trágica no começo da manhã desta quinta-feira (10). Pelo menos, três detentos foram mortos e um ficou ferido. A Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus) ainda não revelou a identidade dos mortos, mas informa que não houve rebelião, mas um “conflito interno”.

 A situação ainda é tensa no local e a Polícia Militar foi chamada para conter o incidente. Os  corpos dos três homens assassinados dentro das celas continuam no local, onde estão sendo esperadas equipes da perícia Forense do estado do Ceará (Pefoce) e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O tumulto teria envolvido membros das facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE). A Sejus não informou, ainda, o quantitativo de presos naquela delegacia, no entanto, há informações extra-oficiais de superlotação.

Mortes

Os detentos de facções inimigas teriam se revoltado com a presença dos rivais na mesma unidade e iniciaram um tumulto por volta de 7 horas, no momento em que era iniciado o café da manhã. As das celas foram quebradas e eles invadiram os xadrezes dos inimigos, iniciando uma briga coletiva com o uso de “cossocos” (arma branca artesanal).

A confusão se estendeu pela cadeia inteira e os agentes penitenciários pediram a presença da Polícia Militar. Várias patrulhas da PM foram deslocadas para aquela unidade, mas quando os PMs invadiram o prédio, já encontraram três mortos e um detento gravemente ferido.

O clima ainda é tenso no local e a PM mantém o reforço para impedir novos incidentes ou resgate de presos por quadrilhas ligadas às facções que entraram em confronto no interior da cadeia.

Brigas de facções

Desde o início da semana, vários incidentes ocorreram envolvendo internos de unidades prisionais  e delegacias de Polícia no estado. Confira:

1 (Terça-feira/ 8 de agosto ) – Na madrugada, bandidos tentaram resgatar presos na Penitenciária de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza. Houve intenso tiroteio entre os criminosos, agentes penitenciários e policiais militares. Dois detentos ficaram feridos. As autoridades informaram que não houve fugas.

2 (Terça-feira/8 de agosto ) – Detentos se rebelam na Penitenciária Industrial Regional do Cariri (Pirc), na cidade de Juazeiro do Norte.  Há registros de tiros em várias galerias. Vários presos ficaram feridos, mas não foram registradas fugas.

3 (quarta-feira/9 de agosto) – Motim de presos na Cadeia Pública da cidade de Aracati, no Litoral Leste do Estado, sendo necessária a transferência de vários detentos que estariam ameaçados de morte por conta da rivalidade entre facções criminosas (GDE e Comando Vermelho).

4 (quinta-feira/10 de agosto) – Briga entre detentos de facções rivais na Cadeia Pública de São Gonçalo do Amarante, deixa um saldo de três mortos e um ferido.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar