Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.555

Atualizado em 21/11/2017  

Crescimento da violência no Ceará começa a ter repercussão na Mídia nacional

Intermitente piscandoIntermitente piscandoIntermitente piscando

SIRENE ABERTA Fernando Ribeiro

O “estrago” causado pelas facções criminosas ao projeto “Ceará Pacífico” do governo do estado já começa a ter repercussão nacional.  Os altos índices da violência armada no estado, principalmente os relativos aos homicídios, começam a ser divulgados pela grade mídia. No jornal O Globo, por exemplo, na edição desta terça-feira (15), uma reportagem aponta o Ceará como o “campeão” na oscilação das taxas de homicídios por grupo de 100 mil habitantes em 10 anos.

Pacajus  - bala

A Secretaria da Segurança Pública e de Defesa Social (SSPDS) tem montado operações pontuais de combate ao tráfico de drogas e às ações das facções criminosas, quadrilhas de traficantes e grupos de ladrões de assaltos a bancos. Também tem reprimido com vigor os assaltos. Não é à toa que já são mais de 100 óbitos por intervenção policial neste ano, pessoas que acabam mortas em confronto com a Polícia.  A ordem para não recuar diante do crime tem sido levada à frente pela tropa da Polícia Militar. Não recuar significa não se acovardar mesmo diante do poderio bélico muitas vezes superior das quadrilhas.  Os casos de resistência à ação da Polícia se tornaram comuns. E a Polícia tem mesmo que dar a resposta à altura.

ESPERAÇA DE DIAS MELHORES

Moroni e mais

Para a Segurança Pública na Capital, a esperança é de que os índices mudem e caiam vertiginosamente, especialmente no que diz respeito aos crimes contra o patrimônio (roubos e furtos), já que deve entrar em ação, breve, o grande projeto de segurança preventiva da Prefeitura de Fortaleza, através do Plano Municipal de Proteção Urbana. Ele terá no comando o vice-prefeito, Moroni Bing Torgan, que vai reunir na sua equipe profissionais experientes no setor.  Recentemente, Moroni teve um encontro com o secretário da Segurança Pública do Estado, delegado André Costa; e com o secretário municipal de Segurança Cidadã, Azevedo Vieira.  Debateram as ações conjuntas da Prefeitura e do Estado para reprimir e prevenir a criminalidade. O apoio será integral das duas gestões, segundo Costa.  “Só quem ganha com esta parceria é a população fortalezense”, enfatizou.

INQUÉRITOS TRANSFERIDOS

Inquéritos muitos

Causou repercussão nos bastidores da Segurança Pública a medida tomada pelo secretário André Costa de transferir para as delegacias distritais e metropolitanas os inquéritos policiais que estavam empilhados nos armários da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). São cerca de seis mil.  Caberá agora às DPs dos bairros de Fortaleza e das cidades metropolitanas (Aquiraz, Caucaia, Eusébio, Maracanaú, Maranguape, Itaitinga, Guaiúba, Pacatuba, Pacajus e Horizonte), realizar diligências para esclarecer os crimes.  Contudo, o reduzido efetivo da Polícia Civil poderá não levar a efeito tão grandioso e complicado trabalho. A tarefa é elucidar assassinatos que já aconteceram há meses ou anos.  Um verdadeiro desafio para a Polícia Judiciária.

MORADORES AMEAÇADOS

Arma apontada hoje 1

Através das redes sociais, os moradores de uma comunidade de Fortaleza fizeram um apelo direto ao secretário André Costa para que tome providências em relação à insegurança no Loteamento Expedicionários, no bairro Itaperi. Eis a mensagem: “A comunidade do loteamento, que fica localizada por trás do antigo presídio IPPOO, que está desativado, pede socorro! Esta comunidade se tornou refém de bandidos de facção criminosa denominada "PCC" e "CV". Estamos pedindo socorro, pois não aguentamos  mais o que está acontecendo nas ruas deste bairro. Bandidos armados ameaçando moradores e até mesmo tomando suas casas.  Pessoas de bem estão sendo assassinadas neste bairro por bandidos que estão, até mesmo, privando moradores de receber a visita de familiares e amigos.  Pedimos encarecidamente que o senhor secretário de Segurança  tome às devidas providências necessárias.” O Batalhão de Choque já está patrulhando a área.

CONVOCAÇÃO DOS APROVADOS

PC

Um estudo que está na Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) apontou que o Ceará necessita, com urgência, de, no mínimo, 257 novos delegados para a Polícia Civil. No entanto, a instituição (PC) tem uma defasagem bem maior do que isso. Há, no momento, 337 vagas ociosas para o cargo. E existe a possibilidade real de que esse número aumente até o fim do ano, pois são dezenas de delegados antigos que irão se aposentar. Eles aguardam apenas a efetivação da lei que elevou a categoria ao nível de carreiras jurídicas. O ideal é o preenchimento de todas as vagas, pois só assim a PC poderá atender à demanda de instauração de inquéritos. Lembrando que há 84 Municípios cearenses sem delegacias. Em outros, há delegacias (só o prédio), mas não há delegados para comandar as ações da Polícia Judiciária, como determina a lei.  Mais de 250 candidatos aprovados no   concurso de 2014 aguardam convocação.

EXPERIÊNCIA AMERICANA

Bezerra EUA

A titular da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas da Polícia Civil do Ceará (DCTD), delegada cearense Patrícia Bezerra, está nos Estados Unidos. A convite do DEA (Drug Enforcement Administration), a agência de combate às drogas daquele país (subordinado  diretamente ao Departamento de Justiça Americano) ela foi conhecer como  trabalha a Polícia americana na prevenção e repressão aos tráfico de entorpecentes. Fará um curso intensivo entre os dias 14 e 18 deste mês. O foco é o aprimoramento de investigações policiais sobre crimes que circundam o narcotráfico, como a lavagem de dinheiro. Patrícia integra um grupo de cinco representantes brasileiros (Ceará, Brasília, Goiás, Rio de Janeiro e Amazonas) que também irá visitar a Academia Internacional de Aplicação da Lei, em El Salvador.

E TEM MAIS!!!

* Deputado federal cearense Cabo Sabino (PR) subiu à tribuna da Câmara, em Brasília, onde fez um discurso rápido (apenas quatro minutos), mas, muito contundente: criticou duramente a lei aprovada pela Câmara de Vereadores de Sobral, que permitirá a utilização de guardas municipais para fazerem a segurança pessoal dos ex-prefeitos daquele Município. “Uma vergonha”, disparou.

* A crise financeira que se abateu sobre o Brasil tem também causado reflexos nas Forças Armadas. A redução de verbas está prejudicando o importante trabalho que as três corporações (Exército, Marinha e Aeronáutica) realizam nas fronteiras, no combate a crimes transnacionais como tráfico de drogas e de armas, contrabando, sequestros de pessoas para fins de exploração sexual, trabalho escravo ou mesmo retirada de órgãos. Até diárias foram reduzidas ou cortadas para as tropas.

* Está em tramitação na Câmara dos Deputados um projeto de lei que visa endurecer as penalidades para aqueles que praticam pichações em monumentos, prédios, igrejas ou outros equipamentos tombados pelo patrimônio histórico nacional. O projeto é terminativo e a atual pena para tal crime que é de até seis meses de detenção, poderá aumentar para de um a três anos de prisão, além do pagamento de multa.

* Já no Senado Federal, está em  tramitação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prevê o aumento das sanções para quadrilhas que se especializaram no roubo de combustíveis. Esse delito é altamente rentável no mundo inteiro, chegando a proporcionar a bagatela de R$ 11 bilhões por ano aos ladrões. A previsão é aumentar em até oito anos de cadeia a pena para os criminosos no Brasil.

* Está bem próximo de o Senado Federal colocar em votação no plenário a proposta de criação da Polícia Penal, que terá corporações federal, estaduais e distritais. O objetivo é fortalecer a categoria dos agentes penitenciários e, assim, liberar a Polícia Militar da tarefa de guarnecer unidades do Sistema Penal em todo o País.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar