Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.561

Atualizado em 22/11/2017  

Mesmo com 84 delegacias fechadas por falta de efetivo, secretário anuncia que vai abrir mais três "Especializadas"

Costa no ônibus

Secretário André Costa afirma que abordagens policiais nos coletivos reduziu o número de assaltos

Mesmo com 84 delegacias do Interior fechadas ou funcionando precariamente apenas para o registro de Boletins de Ocorrência (B.O.), por falta de delegados, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, disse, ontem (20), na Assembleia Legislativa do Estado, que vai implantar três delegacias especializadas em investigação de homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

A declaração de Costa aconteceu logo após ele ser sabatinado na AL por 16 deputados estaduais acerca da violência no estado. O secretário atribuiu o aumento dos casos de assassinatos no Ceará à atuação das facções criminosas e disse que o governo federal precisa auxiliar no combate a estes grupos, já que os bandos locais receberiam apoio de outros estados.  Ele ressalta que “ações de Inteligência” estão sendo feitas para combater as facções.

Costa não especificou quais as cidades da Região Metropolitana que deverão ser contempladas com as três delegacias especializadas, nem falou como fará para arregimentar pessoal – delegados, escrivães e inspetores – já que a Polícia Judiciária passa por um momento de sucateamento e falta de pessoal para atender à demanda de combate ao crime.

Costa ressaltou as ações de combate ao tráfico de drogas. Salientou que, pelo terceiro mês seguido, a Polícia apreende mais de uma tonelada de entorpecentes em operações distintas na Grande Fortaleza e no Interior.

Aplicativo

Sobre os roubos, ele afirma que o Ceará apresenta uma redução de 20 por cento nos casos de ataques a bancos neste ano em comparação a 2016 e quanto aos assaltos diários em ônibus, na Capital, a Secretaria da Segurança está firmando uma parceria com o Sindicato das Empresas de Ônibus (Sindiônibus) e que serão aumentadas as abordagens aos coletivos nas ruas da cidade.

“Restabelecemos que haverá um mínimo de 10 abordagens por dia aos coletivos em cada uma das Áreas Integradas de Segurança”, revela.  Disse, ainda, que será criado um aplicativo exclusivo para os policiais onde eles poderão localizar as vias onde estejam ocorrendo assaltos.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar