Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.941

Atualizado em 18/12/2017  

Secretário revela que 86 comunidades da Capital estão sob domínio do crime

Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscandoIntermitente piscando

SIRENE ABERTA Fernando Ribeiro

Mancha criminal 2

ÁREAS CONCENTRAM 80% DOS REGISTROS DE MORTES

Entre as muitas informações que o secretário da Segurança Pública do Ceará, delegado federal André Costa, deu aos deputados e jornalistas em sua visita à Assembleia Legislativa do Estado na manhã da última quarta-feira (20), uma delas chamou a atenção. Ao falar sobre a explosão dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), Costa disse que 40 por cento do território de Fortaleza concentram 80 por cento dos registros de assassinatos. Ainda segundo ele, essa área engloba em torno de 86 comunidades e o tráfico acontece num raio de até 500 metros de casa concentração de imóveis residenciais.

Pronto! Pelas declarações do secretário fica bastante claro que a Polícia sabe onde o crime mora. E aí vem a pergunta que não quer calar:  Se a Polícia sabe onde os crimes acontecem por que não vai lá e prende os criminosos? Essa pergunta é feita todos os dias pela população. E a resposta não tem sido à altura do que a sociedade espera. Não é à toa que a violência já deixou mais de 3.500 mortos no Ceará em menos de nove meses completos de 2017. A “guerra” travada diariamente pelas facções criminosas na Grande Fortaleza na disputa por territórios do tráfico de entorpecentes transformou a população da Capital em refém do medo.

“FECHA QUARTEIRÃO”

bbptur

Medidas emergenciais precisam ser tomadas na Segurança Pública do Ceará. Passou da hora de ser posto em prática um plano contingencial, com quartéis esvaziados, tropas extras nas ruas, delegacias em plantões extraordinários, cercos policiais simultâneos, força-tarefa entrando em bairros e favelas, gabinete de crise montado com todas as forças policiais, um dia de “Fortaleza Fechada 24 horas”, com barreiras diuturnas em todas as saídas da Capital feitas por homens do Choque, Cavalaria, Raio e outras forças especiais nas. Ou André Costa e o Comando das polícias Civil e Militar fazem isso, claro, com o respaldo do governador Camilo Santana, ou a administração  dele fracassará de vez. É hora da Operação “Fecha Quarteirão”.  Antigamente, isso se chamava  “botar pra quebrar”.  A população vai agradecer e aplaudir.

ONDE MORA O CRIME

DHPP - local de crime 2

A  “mancha criminal” em Fortaleza é extensa. Ela se sobrepõe em quatro grandes setores da cidade. A primeira, nas Áreas Integradas de Segurança Quatro e Oito (AIS-4 e AIS-8), que compreendem bairros como Pirambu, Colônia, Barra do Ceará, Álvaro Weyne, Floresta, Vila Velha e Jardim Iracema.  A Segunda, no Grande Jangurussu, Área Integrada de Segurança Três (AIS-3), onde estão localizados o Conjunto Palmeiras, Curió, Barroso, Messejana, Ancuri e Lagoa Redonda.  A terceira, nas Áreas Integradas de Segurança Dois e Nove (AIS-2 e AIS-9) nas comunidades que formam o Grande Bom Jardim, como o Conjunto Ceará, Granja Portugal, Genibaú, Siqueira e Granja Lisboa, além do Mondubim, Canindezinho, Conjunto Esperança e José Walter. E, por fim, a região da cidade que pertence às Áreas Integradas de Segurança Um e Sete (AIS-1 e AIS-7), com bairros como Cais do Ponto, Vicente Pinzón, Praia de Iracema, Edson Queiroz, Sapiranga e Aerolândia (Lagamar).

RECONSTRUIR BANCOS

BB

Senador Eunício Oliveira (PMDB), presidente do Senado Federal, obteve mais uma vitória para o estado. Conseguiu da direção nacional do Banco do Brasil a garantia de reconstrução de, pelo menos, 10 agências da instituição no Ceará que estão sem funcionar após terem sido explodidas durante o ataque de quadrilhas. São as agências dos seguintes Municípios: Lavras da Mangabeira, Redenção, Ipueiras, Jaguaribara, Milhã, Missão Velha, Cedro, Assaré, Senador Pompeu e Icapuí. Um alento diante do grave quadro de insegurança no sertão, onde as cidades de pequeno porte são os alvos preferenciais do crime organizado. A mais recente ação dos delinqüentes aconteceu na madrugada da última quarta-feira (20), na cidade de Novo Oriente, nos Inhamuns (a 388Km de Fortaleza), onde bandidos destruíram a agência do Bradesco e tocaram o terror na população.

BATEU COM ELEGÂNCIA

Iva

A Associação dos delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol) produziu uma verdadeira peça literária em nota ao público para rebater os insultos à Polícia Civil feitas pelo atual prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT). O gestor criticou com veemência o trabalho dos profissionais da Delegacia de Sobral, sobrando também para a Perícia Forense (Pefoce) do Município. “A violência é um mal que assola o país como um todo... e o Município de Sobral não se reveste de um oásis em meio a esse clima hostil de avanço da criminalidade que, verdadeiramente, soa assustador”, descreve a peça. E mais: “O índice de resolutividade de homicídios naquele Município gravita (???) em torno de 26,92 por cento...”. Puritanismo lingüístico à parte, a nota foi incisiva na resposta ao prefeito, acentuando que, “A Adepol manifesta a sua mais veemente repulsa à manifestação depreciativa exposta pelo prefeito”. Em resumo, os delegados ficaram tiriricas com mais uma saraivada de críticas de Ivo. O mesmo ele fez com os policiais do BPRaio que trabalham em Sobral, quando acusou os PMs de serem brutamontes e que só abordavam pretos e pobres.

POR MAIS DELEGADOS

Delegado - brasão

Uma consistente exposição de motivos foi entregue nas mãos do secretário da Segurança Pública do Estado, André Costa, nesta quinta-feira, por um dos representantes da comissão dos candidatos aprovados no concurso para delegado de Polícia Civil do Ceará. O certame foi realizado em 2014 e de daquela época até agora cerca de 326 candidatos aguardam em um Cadastro de Reserva a convocação para iniciar o Curso de Formação Profissional, o pontapé para o início na carreira. O documento é consistente, lógico e mostra com clareza e precisão matemática as necessidades de contratação urgente dos novos profissionais, mostrando o número exato de vagas que devem ser preenchidas para o bom funcionamento da Polícia Judiciária cearense. Cabe agora ao governador a sensatez e equilíbrio em aceitar o que mostra – e prova – o documento.

DELEGADA EXEMPLAR

Ivana Tiumbó 2

A Polícia Civil do Ceará sofrerá uma “baixa” importante em seu efetivo. Pediu aposentadoria a brilhante e abnegada delegada Ivana Timbó, que durante anos esteve no comando da Delegacia de Combate aos Crimes de Exploração Contra a Criança e o Adolescente (Dececa).  Experiente e dedicada ao seu trabalho, Ivana Timbó foi responsável pelo esclarecimento de muitos crimes que tiveram grande repercussão no estado tendo crianças e adolescentes como vítimas da violência. Sempre atenta e cortês com a Imprensa, não se furtava em momento algum de prestar à sociedade – através das entrevistas aos jornalistas -  informações sobre o andamento de investigações intrigantes e de impacto na Mídia. Assim como a Doutora Ivana, vários delegados veteranos estão saindo para a aposentadoria, deixando  exemplo edificantes para os novos “Deltas”.

CADEIA PARA MAGISTRADOS

Algemado 20

Começa a afunilar a investigação sobre o escândalo que se abateu sobre o Poder Judiciário cearense com a “Operação Expresso 150”, um esquema de pagamento de propina a desembargadores do Tribunal de Justiça em plantões de feriados e fins de semana, em troca da concessão de liminares e habeas corpus para traficantes de drogas. Nesta quinta-feira (21), um dos magistrados investigados prestou depoimento e afirmou estar sendo vítima de “perseguição”. Foi o desembargador Carlos Feitosa, que nas investigações da Polícia Federal aparece como um dos “cabeças” do esquema criminoso junto com seu filho, um advogado conhecido por “Chupêta”.  Até o fim do ano, a investigação estará concluída e muita gente vai parar na cadeia, incluindo advogados que faziam parte do “esquema” de soltura de bandidos do PCC.  A lista é grande!

E TEM MAIS!!!

* Trabalho de fôlego e de excelência foi realizado pela equipe de inspetores e escrivães do 16º DP (Dias Macedo), sob o comando do experiente delegado Wilder Brito Sobreira. Após seis meses de investigações, foi esclarecido o assassinato de dois jovens moradores do Parque Dois irmãos, que haviam desaparecido em março. Os corpos foram encontrados enterrados em covas rasas, em Itaitinga.  Três suspeitos do crime já estão atrás das grades (mandante e executores). Parabéns!!!

* Governadores de todos os estados pedem ao governo federal o fim do contingenciamento das verbas da Segurança Pública. Aqui no Ceará, Camilo Santana está há dois anos sem receber um centavo do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP)  para tocar projetos no setor.

* Governador Camilo Santana (PT) está voltando de viagem à China e segue direto para a cidade de Maracanaú, onde, neste sábado (23), vai inaugurar a primeira base do Batalhão Raio na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).  O reforço no policiamento começa amanhã mesmo.

* O Brasil registra todos os anos cerca de 47 mil mortes em acidentes de trânsito, além de seqüelas em outras 400 mil pessoas. O prejuízo com tudo isso gira em torno de R$ 51 bilhões.  Ainda assim, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) sofreu em 2017  um corte de 25 por cento do seu orçamento.

* A rotina de fugas e resgates de presos não tem fim no Ceará. Nesta sexta-feira (22), três bandidos que estavam encarcerados numa delegacia em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), renderam um inspetor, colocaram arma na sua cabeça e escaparam.

* R$ 143,9 milhões. Este é valor do prejuízo causado às empresas do Nordeste por conta do roubo de cargas  registrados no ano passado. Foram 1.371 ocorrências. As cargas “favoritas” dos ladrões ainda são, pela ordem, alimentos, cigarros, combustíveis, eletrônicos, remédios, bebidas e confecções.

* Policiais do 22º Batalhão da PM, em Fortaleza (Papicu), sob o comando dos majores De Paula e Bellini, estão dando um “sufoco” na bandidagem nas áreas de responsabilidade daquela unidade. Em uma semana, prenderam várias quadrilhas armadas nos bairros Papicu, Cidade 2000, Cocó  e no Lagamar. Show!!!

* E a pergunta do dia: até quando vai persistir essa matança com requintes de barbárie nas ruas de Fortaleza, com corpos carbonizados, esquartejados e decapitados????

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar