Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.561

Atualizado em 22/11/2017  

Senador Pompeu reduz a criminalidade e dá exemplo para o Ceará combater a violência

 Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscando

SIRENE ABERTA Fernando Ribeiro

Senador Pompeu 44

Um município cearense surge para dar o bom exemplo na Segurança Pública. Com cerca de 50 mil habitantes, Senador Pompeu (a 241Km de Fortaleza) vive um momento de paz e tranqüilidade. Depois de uma megaoperação que envolveu mais de 100 policiais civis e militares e da formação de uma força-tarefa entre os poderes Municipal, Estadual e Judiciário, além do Ministério Público, foi desmantelada uma rede do tráfico, com 14 pessoas presas, dinheiro, armas, drogas e veículos irregulares apreendidos. Resultado, a cidade está a mais de 45 dias sem registrar um só crime de morte. As supostas facções que ali existiam “baixaram a guarda”.

O prefeito de lá, Maurício Pinheiro (PDT), tem experiência do setor. “Maurição” como é conhecido pelos amigos, é policial civil e durante anos de sua carreira trabalhou diretamente no combate à criminalidade. Tornou-se gestor do Município depois de enfrentar uma verdadeira quadrilha que havia se instalado na Prefeitura do Município e que acabou presa numa operação do MP-CE.

Maurício convocou as autoridades. Sentaram à mesa e decidiram tomar medidas policiais, judiciais e sociais para reduzir a criminalidade. Deu certo. O delegado regional de Senador, William Lopes, encabeçou a desarticulação da quadrilha e não tem dado trégua à criminalidade. Na outra ponta, o prefeito instalou uma série de medias de cunho social, com cursos profissionalizantes, atrações culturais e esportivas. Quinze jovens que antes estavam envolvidos com delitos nas comunidades do Pavãozinho e Alto do Cruzeiro agora estão em sala de aula. Que Senador Pompeu seja exemplo para o Ceará reverter o triste e arrasador quadro da insegurança e da criminalidade. Bons exemplos devem, sim, serem copiados, por que não?

DENÚNCIAS NO AR

Wagner terça

Deputado estadual Capitão Wagner (PR), denunciou mais um grande problema na Segurança Pública do Ceará. Segundo o parlamentar, inexplicavelmente foram reduzidos os vôos de patrulhamento feitos pelas aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). Segundo o parlamentar, mesmo com milhões investidos pelo Governo do estado na compra de helicópteros, as operações de segurança foram drasticamente reduzidas. O parlamentar explica que, em 2011, portanto, há seis anos, foram realizados 3.200 voos. No ano passado, com o incremento da frota de helicópteros, foram efetuados somente 200 voos. O deputado quer saber para onde está indo o dinheiro supostamente empregado na ampliação da frota e dos gastos da Ciopaer, já que as operações aéreas estão sendo reduzidas. E até o fim do ano, a unidade receberá mais dois helicópteros, de fabricação alemã. Uma fortuna pelos ares. Eita Ceará rico!!!

MAIS PMS NAS RUAS

Novods PMs

Quem passou ontem pelas avenidas Bezerra de  Menezes e Monsenhor Tabosa observou a presença de duplas de policiais militares fardados postados nos cruzamentos. São os neo-soldados, PMs que se formaram recentemente nos bancos da Academia Estadual da Segurança Pública (Aesp). A formatura aconteceu na última segunda-feira (23) no Centro de Eventos. Os novos policiais serão integrados nos batalhões e companhias em Fortaleza, na Região Metropolitana e nos Municípios de Sobral e Juazeiro do Norte. São mais 1.350 homens para engrossar a tropa do Policiamento Ostensivo Geral. Com o fim do programa Ronda do Quarteirão, os novos PMs serão distribuídos entre os comandos de Policiamento da Capital (CPC), Metropolitano (COM) e do Interior Norte (CPI-Norte) e Sul (CPI-Sul).  Já o Centro da cidade recebeu o incremento de mais 170 policiais, que trabalharão entre 6 e 22 horas, assim a SSPDS atende a um velho pedido dos lojistas da área. Assaltos são muitos na Malha Central.

INSEGURANÇA SOBE A SERRA

Guaramiranga

Moradores da comunidade de Suzana, na Serra da Guaramiranga, em pleno Maciço de Baturité, estão aflitos.  Bandidos estão agindo livremente naquela comunidade, sem que sejam importunados pela Polícia. “Eles invadem os sítios, as chácaras, as casas e fazem um verdadeiro arrastão. Levam  tudo o que encontram de valor pela frente. Até motor d’água eles roubam e levam tudo sabendo que a Polícia não vai aparecer. A gente liga pra Polícia e eles dizem que não podem atender à ocorrência porque não têm viatura. Isso pode acontecer numa área turística como Guaramiranga e a Serra do Baturité?”, indaga um professor que teve sua casa invadida e surrupiada pelos gatunos.  Por medo de represálias, ele pediu para não se identificar, mas deixou claro seu protesto diante da situação. Cabe agora às autoridades dar uma resposta à altura, prendendo os criminosos, desmantelando as quadrilhas e trazendo de volta a paz e a serenidade no clima friozinho do Maciço.

FICA PRESO QUEM QUER

Cela vazia

E a “farra” das fugas em cadeias públicas do Ceará não tem fim. No último fim de semana o palco de mais uma escapada coletiva de detentos foi a Cadeia da cidade de Russas, onde, ao menos, 16 presidiários ganharam o “olho da rua”  bem fácil:  serraram as grades e fizeram um buraco na tela de contenção. São 16 bandidos considerados perigosos, a maioria envolvida em casos de assaltos e até latrocínios (roubos seguidos de morte), além de traficantes de drogas e homicidas. Mas o episódio de Russas não é fato isolado. Praticamente todos os dias a Secretaria da Justiça e da Cidadania do Estado (Sejus) registra fuga nas cadeias e mesmo nas unidades de maior segurança como as Casas de Privação Provisória da Liberdade, as chamadas CPPLs.  Recentemente, fugas foram registradas em Tianguá, Pacajus e tantas outras cidades do interior e da Região Metropolitana de Fortaleza. E nos presídios, a “farra” é outra: a de celulares.

DORMITÓRIO E CRIME

Pacajus

Duas cidades da faixa embora a maioria de sua população seja flutuante. Estamos falando de Pacajus e Horizonte, localizadas a pouco mais de 40 quilômetros da Capital. Com a chegada de várias indústrias de médio e grande porte, os dois municípios passaram a abrigar milhares de operários, que passam a semana lá e nos sábados domingos e feriados, retornam para suas cidades. São duas cidades chamadas “dormitórios”, mas que têm em comum a alta taxa de criminalidade. Somente entre janeiro e outubro, Pacajus registrou, nada menos, que 80 casos de homicídios e latrocínios. Já Horizonte, contabilizou outros 65 crimes de morte. Juntas, já somam quase 150 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs).  Ainda assim, as autoridades da Segurança Pública ainda não atentaram para a real e urgente necessidade de ambas receberem reforço policial.  Os assassinatos viraram uma trágica rotina nas duas comunidades, muito influenciadas pelo tráfico de drogas e pela rivalidade entre as facções criminosas que dominam o estado.

PERÍCIA PARA O MUNDO ACADÊMICO

Pefoce hoje

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) vai realizar um evento bem bacana. O objetivo é arrecadar alimentos para a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza. Será a Primeira Semana Acadêmica na instituição. Seus profissionais irão ministrar cinco palestras  de temas variados  e de interesse do mundo acadêmico. A iniciativa foca estudantes de instituições de ensino superior, que poderão fazer sua inscrição até o dia 1º de novembro. No dia seguinte (2), os inscritos receberão, através  de e-mail a confirmação com todas as informações necessárias  acerca do dia e horário das palestras. Cada inscrito deve entregar dois quilos de alimento não perecível no dia do evento.  Os temas a serem abordados são: “A Perícia Médica Legal nos casos de violência sexual”, “Toxicologia Forense: novas drogas e seus efeitos no organismo”, “DNA Forense: desvendando o crime”, “A digital humana na resolução de crimes e na identificação de cadáveres”, e “A importância da Prova pericial no local de crime”.  Mais informações: https://goo.gl/j4SRX

POLÍCIA PENAL EM VOTAÇÃO

Agente Penitenciario

O Senado Federal aprovou ontem (24), em segunda votação, o Projeto de Emenda à Constituição (PEC) que vai criar a Polícia Penal Brasileira, que será a responsável pela guardam vigilância e escolta de presos do Sistema Penitenciário do País. O autor da emenda é o senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB-PB). Para ele, a criança da instituição será importante pois haverá qualificação para os profissionais já veteranos e para aqueles que ingressarem na carreira através de concurso público. Além disso, segundo Lima, com a criação da Polícia Penal, as Polícias Militares ficarão desobrigadas de  realizar tais atividades no sistema prisional, deixando de estar nas ruas para garantir a segurança da população. Aprovado no Senado, o projeto agora vai seguir para a Câmara, onde terá que ser também aprovado em duas votações. Feito isso, o presidente da República sanciona. No Ceará, recentemente foi realizado um concurso para a  contratação de mil novos agentes penitenciários. Os que passaram de pronto serão transformados em policiais penais.

E TEM MAIS!!!

* No próximo dia 31, o governo do estado  do Ceará fará um pregão presencial para a licitação que visa a compra de 6.500 armas de fogo para a Segurança Pública. Serão pistolas destinadas às polícias Civil e Militar. A SSPDS vai cumprir os prazos legais, mas quer pressa para poder armar os novos integrantes da PM que já estão nos bancos da Academia Estadual da Segurança Pública (Aesp).

*Falando em armas, um dado importante: no período de janeiro a setembro deste ano, as forças policiais do Ceará  apreenderam, nada menos, que 5.572 armas de fogo irregulares, muitas delas contrabandeadas e ou roubadas e que estavam nas mãos de criminosos. Só em Fortaleza, foram 1.810.  E a Área Integrada de Segurança Seis (AIS-6), que compreende bairros como Antônio Bezerra, Quintino Cunha, Bela Vista e Padre Andrade, foi a recordista nas apreensões: 295.

* No pacote de investimento para a área da Segurança Pública, o governo do estado incluiu, além de novas armas de fogo, mais 150 novas viaturas e e a locação de outras 610. Já foram entregues à Secretaria da Segurança Pública 329 carros zero quilômetro.  No total, as polícias Civil e Militar, a Perícia Forense e o Corpo de Bombeiros Militar  estarão com mil novos veículos até o fim do ano.

E A PERGUNTA DO DIA: O estado do Ceará está com tanto dinheiro assim que pode comprar dois novos helicópteros para a Ciopaer ao custo de R$ 40 milhões cada um?

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar