Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2017

4.561

Atualizado em 22/11/2017  

Governo aposta na multiplicação do Raio para retomar o controle da Segurança e reduzir assassinatos

 

Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscando

 

SIRENE ABERTA Fernando Ribeiro

Raiona Rua 2

O efetivo do Batalhão de Rondas Intensivas e Ostensivas (BPRaio) deverá, em breve, ser duplicado em Fortaleza. Essa estratégia faz parte da aposta que o governador Camilo Santana (PT) faz na tentativa de desacelerar os índices da criminalidade em todo o estado. Os números, porém, correm na contra-mão do planejamento do Palácio da Abolição. Enquanto Camilo anuncia mais  efetivos, mais viaturas e motocicletas  e outros equipamentos, do outro lado da ponta, os números de CVLIs (Crimes Violentos, Letais e Intencionais) só crescem dia a dia, com projeção de fechar o ano  de 2017 com um índice recorde de aproximadamente 5 mil mortos.  Entre os dias 1º de janeiro e 31 de outubro, o estado contabilizou 4.204 CVLIs. Pela primeira vez em publico, Camilo admitiu que a avalanche de mortes violentas no Ceará se deve às facções e chegou a afirmar que os assassinatos fugiram do controle do estado.

A violência das facções criminosas vem enterrando os esforços do governo em reduzir a criminalidade. Nas ruas e avenidas da Capital e Região Metropolitana, assim como no Interior do estado, o avanço do crime é patente e sentido no cotidiano do cidadão cearense. Quem mora nos bairros periféricos da Capital sabe muito bem o que é isto. Corpos são deixados nas ruas como se fosse algo comum e normal. No mês de outubro, foram, nada menos, que 502 assassinatos, número que quase dobra o que foi registrado em outubro de 2016 (278).

INTELIGÊNCIA?

Apostando, cada vez mais,  no policiamento ostensivo, Camilo “esquece” de dois itens  importantes no combate à criminalidade: a Inteligência e a Polícia Judiciária. São ferramentas que qualquer Polícia no mundo não abre mão para reduzir a criminalidade e botar na cadeia os malfeitores. A desarticulação de quadrilhas e organizações criminosas só acontece por meio de acompanhamento, infiltração, informação e contra-informação. Isso se chama Inteligência. Sem esses recursos, fica inviável se chegar na raiz do crime.  Apostar na ostensividade é bom para a política, pois os eleitores vêem o governador na rua entregando mais policiais e mais viaturas. Apostar na Inteligência e na Polícia investigativa não dá visibilidade. Optando o governo somente por mais soldados nas ruas,   infelizmente, o Ceará continua no topo da violência do país,  e à cada dia aumenta o batalhão de viúvas  e órfãos entre nós. A população do Ceará chora. 

RAIO EM TODA A CIDADE

Raio 3

Custará R$ 2,8 milhões aos cofres do estado a ampliação  do Batalhão Raio em Fortaleza. Segundo o governo, esse dinheiro será utilizado na aquisição de 56 novas motocicletas e duas viaturas modelo 4X4 para um efetivo de 104 policiais divididos em 14 equipes.  A primeira  leva de novo efetivo já foi entregue à população no último sábado (28) na Grande Messejana. Ontem, a solenidade foi no bairro Vila Velha. O governador já anuncia que em novembro a cidade de Maranguape será também “premiada” com um destacamento do BPRaio.  Segundo o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa,“a ideia, ao aumentar o efetivo, é agilizar o tempo de atendimento das ocorrências. Recentemente, recuperamos um carro que havia sido roubado em menos de meia hora. Vamos intensificar as ações do Raio em Messejana  e em alguns bairros que selecionamos a partir dos índices. Aqui, especificamente, nos índices de assaltos”, disse André Costa no último sábado.

SISTEMA SUPERLOTADO

CPPL lotada

O Ceará vai ganhar mais três mil vagas no Sistema Penitenciário. Estão sendo construídas quatro novas unidades nos Municípios de Itaitinga, Aquiraz, Tiaguá e Crateús. Em entrevista à TV Verdes Mares, a titular da Secretaria da Justiça e da Cidadania, procuradora de Justiça, Socorro França, disse que os esforços de sua gestão se concentram na ressocialização do detento. Colocar os presos em atividades laborais para a recuperação. No entanto, os números ainda são ruins. A população carcerária já superou os 26,6 mil presos e as vagas são apenas 13 mil, o que significa que o sistema está superlotado, encarcerando o dobro de sua capacidade. Para o presidente da Comissão do Sistema Penal, da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará, Márcio Victor, é necessário que o preso tenha trabalho para alavancar sua recuperação e sua volta ao convívio da sociedade. Como diz o ditado popular: “mente ociosa é oficina do inferno”.

TORNOZELEIRA DE ARAQUE

Morto com tornozeleira 200

 

O Estado gasta, nada menos, que R$ 26 milhões por mês para custear seu Sistema Penitenciário. Cada detento no regime fechado custa aos cofres públicos R$ 2 mil mensalmente. Para aliviar essa gastança, o governo e a Justiça decidiram incrementar a adoção de medidas cautelares para reduzir a presença de tantos indivíduos atrás das grades. E a saída foi a aplicação da medida de instalar tornozeleiras eletrônicas nos presos provisórios. Cada aparelho  instalado reduz de R$ 2 mil para R$ 214 o custo para o estado. Porém, o que se observa claramente é que o tal monitoramento não funciona. Todos os dias, bandidos são presos em Fortaleza usando o tal equipamento. Somente nesta semana, dois jovens que usavam o aparelho foram assassinados nas ruas da Capital, ou seja, estavam andando livremente de um lado para o outro da Capital sem que houvesse fiscalização através do acompanhamento eletrônico. Policiais que estão nas ruas são unânimes em afirmar que a bandidagem não se importa em usar ou não a tal tornozeleira, já que o sistema é só de aparência.

JERI TERÁ POLICIAMENTO

Jeri Jeri

Bastou um “global” ter sido vítima da violência no Ceará que logo as autoridades locais tomaram providências. No mês passado, um maquiador da Rede Globo e uma atriz acabaram sendo agredidos durante uma festa na praia de Jericoacoara. O assunto replicou imediatamente em todo o País. A imagem do Ceará foi mais uma vez manchada e a Segurança Pública posta em xeque. Pois bem, diante do escândalo, logo o governo tomou providências. O governador Camilo Santana anunciou que na próxima semana Jericoacoara vai receber um reforço policial de 30 soldados da PM. A tropa será formada por integrantes da recém-formada turma de militares. Eles serão engajados no efetivo do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur). O governador anunciou, ainda, que o governo está preparando um Plano de Segurança Turística, para garantir a tranquildade aos cearenses e visitantes em toda a orla e noutras regiões de interesse turístico, como o Maciço de Baturité, por exemplo.  

A TENENTE DAS ALTURAS

Tenente Isabel Cristina 2

A força da mulher cearense foi mais uma vez testada e aprovada. Coube a uma oficial do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará a felicidade de se tornar a primeira integrante da Corporação a se tornar especialista em Salvamento em Altura. A primeiro-tenente Isabel Cristina de Almeida concluiu o curso após uma maratona de treinamentos que aconteceu entre os dias 11 de setembro e 27 de outubro. O treinamento foi puxado, com muitas horas de atividades nas disciplinas introdução ao salvamento em altura, técnicas de salvamento em altura, operações verticalizadas em diferentes planos, operações de resgate, salvamentos diversos e treinamento físico-militar. As instruções aconteceram em João Pessoa, Recife e nas cidades de São Mamede, Araruna, Pombal e Patos, no Interior da Paraíba. Isabel Cristina foi também  a única aluna do curso a não pertencer ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado da Paraíba.  O Ceará esteve muito bem representado, obrigado.

E TEM MAIS!!!

* Mais um ponto para a Perícia Forense do Estado do Ceará.  Em apenas nove meses,  expediu, nada menos, que 352 mil carteiras de identidade. Um recorde. Gestão do perito-geral Ricardo Macedo tem se notabilizado pela excelência. A Pefoce hoje é uma instituição modelo para o País. Bingo!!!

* Mais um delegado de Polícia Civil do Ceará entra para as atividades radiofônicas. O delegado César Colaço vai participar todos os sábados de um programa político, musical e variedades numa emissora de rádio da cidade de Beberibe. Em Fortaleza, César Wagner Martins faz sucesso no microfone.

* As cidades de Chorozinho, Horizonte e Pacajus, que são vizinhas e servem de entrada para Fortaleza para quem vem do Sul e do Sudeste do país, amargam uma temporada de muita violência. Entre janeiro e outubro, as três juntas somaram, nada menos, que 168 assassinatos. Tem bala todos os dias.

* Começa hoje a “Operação Finados”. Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) colocam seus efetivos nas estradas em operações de intensificação da fiscalização.  A mobilização só termina no próximo domingo (5), nas BRs e CEs de todo o Ceará.

* À exemplo de Senador Pompeu, que reduziu drasticamente a violência, outro município cearense tem registrado baixa nos índices de roubos. Trata-se de Icó (a 375Km de Fortaleza). Novo comandante da área, capitão PM Hauryson Cavalcante, não dá sossego a bandido. A população agradece.

* Em plena zona nobre de Fortaleza e bem próximo da Avenida Beira-Mar, motoristas estão sendo constrangidos por um grupo de “flanelinhas” que ficam postados na esquina das avenidas Barão de Studart e Abolição. Agem com intimidação.  Quase todos são ex-presidiários.  Cadê a Polícia?

* A nova turma de soldados da PM tem comido o “pão que o diabo amassou”. Tira plantão de sete horas em cruzamentos e praças da Capital. São sete horas de pé, sem direito a alimentação e mesmo água. A jornada é de seis dias de trabalho e um de folga, sem tempo de visitar a família.

* Integrantes do Cadastro de Reserva do concurso para delegado de Polícia Civil esperam até hoje uma resposta do secretário de Segurança Pública sobre a convocação da turma para ingressar na carreira. Ele recebeu uma exposição de motivos, e disse que daria uma resposta.

* Após denúncia do deputado Capitão Wagner sobre a queda do número de vôos de patrulhamento pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), o órgão voltou a realizar as operações. Já se pode ver nos céus de Fortaleza os “Fênix” (helicópteros) em voos até mesmo à noite.

E A PERGUNTA DO DIA: Quantos presos fugiram mesmo, neste ano, das CPPLs em Itaitinga???

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar