Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

1.634

Atualizado em 23/4/2018  

Polícia já registra dois assassinatos nesta sexta-feira e estado está prestes a completar 5 mil homicídios no ano

Linchado 1

No bairro Padre Andrade, um desconhecido foi linchado por populares nesta manhã

Dois assassinatos ocorridos na manhã desta sexta-feira na Grande Fortaleza fizeram subir para 4.997 o número de homicídios no Ceará em 2017, faltando, portanto,  três casos para que o estado atinja o recorde de cinco mil mortes violentas em sua história.

O primeiro crime de morte desta sexta, início do feriadão de Natal, aconteceu na região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde um comerciante foi morto a tiros por supostos pistoleiros. O assassinato ocorreu por volta de 8 horas, quando o dono de um depósito de bebidas e alimentos foi atacado por criminosos no momento em que abria o seu estabelecimento.

O caso ocorreu na Avenida Almir Dutra, no bairro Alto da Mangueira, em Maracanaú. Segundo informações colhidas pela Polícia no local do crime, o comerciante identificado por Rogério foi surpreendido por dois desconhecidos que chegaram ali numa moto. Ao perceber a ação dos bandidos, Rogério tentou fugir. Saiu correndo mas acabou baleado. Chegou a ser socorrido por populares para o hospital de Maracanaú, mas não resistiu.

Outro crime

O segundo assassinato aconteceu em Fortaleza, na zona oeste da cidade, quando um homem acabou sendo linchado  por moradores da comunidade conhecida como Beco dos Cavalos, no bairro Padre Andrade. Conforme apurou a Polícia, a vítima – não identificada – teria sido perseguida por populares após tentar praticar um furto na região.

O homem foi alcançado pelos populares, já próximo à linha férrea e espancado até a morte. Os agressores desferiram chutes, socos, pauladas e pedradas contra a vítima. O corpo do homem, apresentando múltiplas lesões, ficou jogado em via pública. Uma equipe do Samu esteve no local somente para fazer a constatação oficial do óbito. Ninguém foi preso. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar