Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

309

Atualizado em 19/1/2018  

2018 começa sangrento em todo o Ceará com 156 pessoas assassinadas em uma semana

PI 3

A violência armada tem deixado corpos nas ruas e avenidas de Fortaleza à qualquer hora do dia

A primeira semana de 2018 termina com o número trágico de 156 pessoas assassinadas no estado do Ceará, numa média de 19,5 casos à cada 24 horas. Neste intervalo entre os dias 1º e 8 de janeiro, foram contabilizados pelas autoridades da Segurança Pública 49 homicídios em Fortaleza, 43 na região Metropolitana da Capital, outros 35 no Interior Sul e mais 29 casos na região do Interior Norte. Entre os mortos, 10 pessoas baleadas em confronto com a Polícia, óbitos que não são contabilizados pelo governo do Ceará como Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs). Hpuve, ainda, a primeira chacina do ano, com quatro mortos.

Também entre as 156 vítimas da violência no estado em 2018 estão 10 mulheres, entre elas, duas jovens que foram assassinadas, a tiros, nas primeiras horas após a Virada do ano. O crime ocorreu por volta de 3 horas na Avenida Major Assis, no bairro Vila Velha 4, na zona oeste de Fortaleza, sendo considerados os primeiros homicídios no Ceará neste ano.

Em Fortaleza, os 49 assassinatos na primeira semana do ano ocorreram nos seguintes bairros: Vila Velha (2), Jardim Guanabara (2), Parque Jerusalém, Colônia, Mondubim (3), Ancuri (2), Jardim das Oliveiras, Pici, Palmeiras, Benfica, Barra do Ceará (4), Granja Lisboa (2), Granja Portugal, Monte Castelo, Jangurussu (2), Sapiranga-Coité, Álvaro Weyne, Jardim Iracema, Bom Jardim, Dom Lustosa, Autran Nunes, Parque Dois Irmãos, Planalto Ayrton Senna, Siqueira, Carlito Pamplona, Bonsucesso, Centro, Vicente Pinzón, Jardim América, Antônio Bezerra (2), Vila Manuel Sátiro, Cajazeiras, Maraponga, Floresta, Canindezinho, Padre Andrade, Passaré e Fátima.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram registrados 43 crimes de mortes, assim distribuídos por município: Caucaia (8), Maracanaú (7), Maranguape (7), Aquiraz (5), Horizonte (5), Itaitinga (3), Cascavel (2), São Gonçalo do Amarante (2), Pacatuba (2) e Pacajus (2).

Na noite do último domingo (7), a primeira chacina do ano aconteceu na RMF. Quatro pessoas, entre elas um adolescente, foram assassinadas, a tiros, dentro de uma casa na localidade conhecida como Serra Pelada, na zona rural de Maranguape. A Polícia atribuiu o crime a uma briga entre facções.

Crimes no Sertão

Na região Interior Norte, 29 pessoas foram assassinadas em apenas uma semana, nos seguintes Municípios: Ocara, Cruz (2), Boa Viagem, Jijoca de Jericoacoara (2), Santa Quitéria, Sobral (4), Itapiúna (3), Canindé, Trairi, Forquilha, Santana do Acaraú, Guaraciaba do Norte, Itarema, Itapajé, Paraipaba (2), Novo Oriente, Ipu, Aracoiaba, Tianguá (2) e Crateús.

No Interior Sul, foram mais 35 assassinatos nos Municípios a seguir: Icapuí, Beberibe, Várzea Alegre, Brejo Santo, Tauá, Aurora, Quixeré, Juazeiro do Norte, Orós (4), Missão Velha, Senador Pompeu, Acopiara, Morada Nova (4), Banabuiú, Russas, Quixadá (4), Iguatu, Quixeramobim (2), Jaguaretama, Choró, Russas, Salitre, Aiuaba, Jardim e Parambu.

Latrocínios

Quatro latrocínios (roubos seguidos de morte) também ocorreram nos primeiros oito dias de 2018 no Ceará. Um deles em Pacatuba (RMF), no dia 4, onde um adolescente foi morto por se recusar a entregar a um, bandido o seu telefone celular.

Na última sexta-feira (5) dois latrocínios ocorreram no interior. No bairro Cedro, na periferia da cidade de Quixadá, no Sertão Central, o comerciante Francisco José de Castro Martins, 56 anos, foi morto a golpes de foice ao reagir contra um assaltante.

No mesmo dia, a aposentada Francisca Fernandes de Moraes, 66 anos, acabou sendo morta a golpes de faca em sua residência, na localidade Parelhas, em Quixeramobim (a 201Km de Fortaleza). Horas depois, o assassino acabou preso na vizinha cidade de Milhã.

No último sábado (6), um homem foi assassinado por volta de 22 horas em pleno Centro de Fortaleza ao ser atacado por um assaltante. O crime ocorreu na Praça Castro Carreira (Da Estação). A vítima se recusou a entregar seu celular e foi esfaqueada, morrendo no local. O

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar