Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

3.137

Atualizado em 21/8/2018  

Operação contra tráfico de drogas e roubos termina com 11 pessoas presas em flagrante

Gangue 2

Armas de grosso calibre esstavam pode da quadrilha de assaltantes e traficantes de drogas

Gangue 1 

Sete mulheres suspeitas de envolvimento com o bando foram detidas pelos policiais militares

Gangue 3

Alguns dos detidos na operação já tinham antecedentes criminais e passagens em presídios

Uma operação da Polícia Militar, reunindo patrulhas do Batalhão de Rondas Intensivas e ostensivas (BPRaio), Força Tática (FT) e Policiamento Ostensivo Geral (POG) do 12}ºBPM (Caucaia), culminou, na tarde desta quarta-feira (24), na prisão de 11 pessoas – sete mulheres e quatro homens – acusadas de formar uma quadrilha responsável por diversos crimes. O bando agia e se escondia entre o Parque Potira, em Caucaia; e no bairro Bom Jardim, em Fortaleza.

A PM chegou aos acusados após várias denúncias de assaltos e tráfico de drogas.  O primeiro endereço alvos dos PM foi localizado na Rua Nossa Senhora das Graças, no Parque Potira, onde foram encontradas armas, munições, coletes balísticos e drogas. As primeiras prisões aconteceram no local e logo foram estendidas a outros imóveis no bairro Bom Jardim.

Pistolas, revólveres, uma escopeta (calibre) e muita munição foram apreendidos durante a operação, além de drogas como crack e maconha. Celulares, balanças de precisão e outros materiais utilizados na venda de drogas foram encontrados nas duas casas. A maioria dos 11 detidos já possuía antecedentes criminais. Alguns com passagens pelo Sistema Penitenciário Estadual.

 

Armas e munições

Entre os 11 presos foram identificados Carlos Weuves Mendes Amazonas 21 anos, vulgo “Ceará”; Álisson de Lima Rodrigues, 18, o “Bananada”; e Lucas Gomes da Rocha, 20, além de quatro mulheres, identificadas como Ângela Maria Rodrigues de Oliveira, 19;, Geiliane da Silva Filgueira , 19; Maria José Rodrigues, 34; e Débora da Silva Leandro (26), acompanhadas de uma adolescente.

O grupo estava com uma pistola calibre. 380, três carregadores, sendo um municiado e dois vazios, um revólver, calibre. 38, com seis munições, além de drogas. No telhado da casa, foram encontradas uma balança de precisão, vários papelotes de maconha, crack e cocaína, bem como facas para corte de drogas, sacos plásticos, rolo de papel-alumínio, além de uma quantia de R$ 164 em dinheiro trocado, que foram jogados por Alisson, após a chegada dos policiais. Débora já tinha passagens por tráfico de drogas e roubo. Maria José, que estava usando uma tornozeleira eletrônica, também já respondia por tráfico. Alisson confirmou ser o autor de um homicídio ocorrido no bairro São Miguel, ocorrido na última segunda-feira (22).

Os policiais continuaram com as diligências e foram até uma casa no bairro Bom Jardim, onde supostamente estaria o resto do grupo. A equipe chegou ao local e foi recebida a tiros por dois suspeitos. Houve o revide, mas os homens conseguiram fugir pelos telhados das casas vizinhas, deixando para trás uma pistola cal 40, três coletes balísticos e dois distintivos com o nome da Polícia Civil. Na casa vizinha, as equipes encontraram uma escopeta calibre 12.

Os militares voltaram para Caucaia, onde receberam informações que em uma casa no bairro Parque das Nações estaria mais uma arma. As composições foram no local e encontraram um revólver calibre 32 desmuniciado.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar