Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

2.767

Atualizado em 19/7/2018  

Massacre nas ruas do Benfica teria sido vingança pelo confronto ocorrido no dia do Clássico

Benfica 4

Mãe chora abraçada aocadáver do filho morto a tiros na Praça da Gentilândia, no Benfica

VEJA MAIS FOTOS DA CHACINA (ATENÇÃO! CENAS FORTES)

Benfica 3 Benfica 5

Todas as vítimas foram executadas sumariamente com vários tiros de pistola na cabeça

Pelo menos, oito bandidos participaram diretamente da chacina no Benfica na noite desta sexta-feira (9). Eles estavam divididos em três grupos, utilizavam três carros e usavam armas de grosso calibre, como pistolas de calibres ponto 40 e 380. A matança seria uma retaliação ao episódio ocorrido na tarde de domingo passado, quando as torcidas do Ceará e Fortaleza entraram em confronto na Avenida Senador Fernandes Távora, no bairro Henrique Jorge. Dois membros da Cearamor foram gravemente feridos por espancamento, pauladas e pedradas.

Entre as pessoas que morreram estavam, ao menos, quatro membros da Torcida Organizada do Fortaleza (TUF) e, entre elas, o jovem Adenilton da Silva, conhecido por “Mascote”, que era diretor de arquibancada da TUF. Outro membro da diretoria da TUF era Pedro Braga Barroso Neto, o “Pedro Neto”; além de Carlos Victor Menezes Barros, o “Vitinho”.

A Polícia não tem mais dúvidas de que a matança foi previamente planejada e os assassinos agiram com crueldade. Somente em uma das vítimas executada na Praça da Gentilândia a Perícia Forense constatou 12 tiros, o que comprova a execução sumária, sem nenhuma chance de sobrevivência.

Outro jovem foi eliminado com 10 tiros também na Praça da Gentilândia. E na Rua Joaquim Magalhães, um membro da torcida organizada TUF teria sofrido, ao menos, seis tiros de pistola efetuados à queima-roupa.

Dezenas de cápsulas de pistolas foram recolhidas no local pela Perícia Forense e esse material será submetido a exames no Núcleo de Balística da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Também serão examinados os projéteis retirados dos corpos dos jovens mortos.

Através dos exames de Balística será possível se saber se as armas usadas nos três ataques foram as mesmas.

Veja a identificação dos mortos na chacina:

1 – Adenilton da Silva, 22 anos, o “Mascote”

2 –Bruno Araújo de Oliveira, 23 anos

3 – Júlio César Clemente da Silva, 28 anos

4 – Carlos Victor Menezes Barros, 23 anos, o “Vitinho”

5 – Joaquim Vieira de Lucena Neto, 21 anos

6 – Pedro Braga Barroso Neto, 22 anos, o “Pedro Neto”

7 – José Gilmar Furtado de Oliveira Júnior, 33 anos

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar