Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

3.130

Atualizado em 20/8/2018  

Polícia do Amazonas apresenta bandidos cearenses presos naquele estado. Em 2016 eles mataram 3 PMs em Quixadá

Veridiano e comparsas AM

Os cearenses foram capturados na cidade de Apuí e ontem foram apresentados em Manaus

A Polícia Civil do estado do Amazonas, através do diretor do Departamento de Policia do Interior (DPI), delegado Mateus Moreira, apresentou à Imprensa de Manaus, nesta segunda-feira (9), o trabalho de investigação que resultou na prisão de três bandidos cearenses presos na cidade de Apuí (a 408Km de Manaus). A operação foi uma ação integrada das policias Civil e Militar na cidade. Os detidos são naturais de Quixadá, no Sertão Central do Ceará (a 154Km de Fortaleza). O trio é acusado da morte de três policiais militares no Distrito de Juatama, em Quixadá, em junho de 2016.

Dois dos suspeitos foram presos nos Centro de Apuí. São eles: Veridiano Rabelo Júnior, o “Júnior Veridiano”, 31 anos; e Jovanny Rodrigues Pinheiro, 41. O terceiro suspeito, José Nobre do Nascimento, o “Zé Filho”, percebeu que o cerco estava se fechando em torno dele e então se apresentou na 71ª Delegacia Interativa de Polícia na cidade.

De acordo com o Diretor da DPI, na coletiva, o trio estava escondido na cidade desde o ano passado, porém, não existe nenhuma denúncia que tenham realizado qualquer delito no Amazonas. Foram denuncias de vizinhos que levaram a Policia de Apuí, sob o comando do titular Francisco Ferreira, realizar as investigações que chegaram aos três homens.

Mortes de policiais

Os três homens estavam sendo caçados desde 2016 pela Polícia do Ceará. “Veridiano Júnior” seria um dos chefes de uma quadrilha de ladrões de bancos que teria trocado tiros com a PM em Juatama, Distrito de Quixadá, resultando na morte do sargento Francisco Guanabara Filho,então com 50 anos de idade e que estava no seu último dia de serviço na PM antes de ir para a Reserva Remunerada; o cabo PM Joel Oliveira Pinto, 33; e o soldado PM Antônio Lopes Miranda Filho, 33.

A Polícia do Amazonas informou que os três presos estavam entre os criminosos mais procurados do Ceará. Por conta disso, eles estavam escondidos em Apuí, junto a familiares. Durante a coletiva de imprensa, Veridiano, apontado pela polícia como chefe da organização, negou ter praticado os crimes.

Ainda esta semana os três homens devem ser encaminhados para Fortaleza, onde devem ser levados para um presídio na capital cearense. O trio vai ser indiciado por homicídio, sequestro, roubo e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar