Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

3.092

Atualizado em 17/8/2018  

Violência em Pacajus deixa mais uma vítima. Estudante é fuzilado no caminho para a escola

Estudante - Pacajus 2

O garoto tombou sem vida com vários tiros. Estava fardado e seguia para a escola no começo da manhã

Estudante Pacajus 3

Tiago da Silva Araújo, 15 anos, foi a 39ª pessoa assassinada, neste ano, na cidade de Pacajus 

O estudante do Ensino Médio, Tiago da Silva Araújo, 15 anos, aluno de uma escola pública, tornou a 39ª vítima fatal da violência sem controle que atinge o Município de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Na manhã desta quarta-feira (17), ele caminhava em direção a escola quando foi surpreendido eatingido com vários tiros disparados à queima-roupa.

O crime de morte aconteceu por volta de 8 horas, na Rua Tabelião José Gama Filho, em pleno Centro da cidade de Pacajus. Diante de várias testemunhas, o rapaz foi executado sumariamente. Os assassinos fugiram do local sem dificuldades. A Polícia chegou ao local minutos depois, mas o rapaz já estava sem vida e os criminosos haviam desaparecido. Tiago morreu fardado e com os livros debaixo do braço.

A morte de Tiago deu sequência a uma onda de assassinatos na cidade de Pacajus iniciada no começo do ano. Do dia 1º de janeiro até ontem, ao menos, 39 pessoas foram executadas naquele Município metropolitano. A maioria dos crimes vitimou homens adultos e alguns adolescentes. Na lista das vítimas constam também, quatro mulheres, entre elas, uma garota de apenas 14 anos.

Mortes em série

No último sábado (14), dois homicídios ocorreram na cidade em poucos minutos. Por volta de 11h48, Marcos Ednaldo de Lima Maia foi morto, a tiros, na CE-253, no bairro Mangabeira. E às 12h33, Francisco Leandro Silva da Costa acabou executado, também a tiros, na Rua José Severiano Sampaio, no bairro Pajeú. No dia seguinte, domingo (15), o adolescente Thállysson Saraiva da Silva, 15 anos, foi assassinado com vários tiros na Rua Projetada, bairro Lagoa Seca, por volta de 18h33. Na terça-feira (17), às 16h20, o mototaxista Edvan da Silva Costa, 32 anos, tombou sem vida ao ser baleado na Rua da Lama, no bairro Cruz das Almas. E na manhã de quarta (18), ocorreu a morte do estudante Tiago da Silva Araújo, na Rua Tabelião José Gama Filho, no Centro.

Assaltos e mortes

A disputa pelo território do tráfico de drogas, a “guerra” entre facções, e a presença de criminosos de outras cidades que ali foram se esconder da Polícia ou de inimigos, têm feito os índices de assassinatos em Pacajus aumentarem vertiginosamente.

No ano passado, 110 assassinatos foram registrados em Pacajus. Neste ano, já são 39 casos em menos de quatro meses. A população reclama de constantes casos de assaltos e arrombamentos de residências e estabelecimento comerciais. Trabalhadores de uma indústria de calçados instalada na cidade foram alvos de vários arrastões recentes em um ponto de ônibus na BR-116. O policiamento em Pacajus é feito por um contingente reduzido e com poucas viaturas. A Guarda Municipal tem feito um trabalho reforçado diante das deficiências do aparato da PM.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar