Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

3.933 em 17/10/2018  

Bandidos atacam mais um ônibus escolar no interior. Foi o segundo caso em 24 horas

ônibus escolar 2

Os ônibus escolares são constantes alvos dos criminosos nas estradas do interior cearense

Mais um ônibus do transporte escolar é atacado por bandidos no interior do estado do Ceará. Foi o segundo caso semelhante em menos de 24 horas. Desta vez, o alvo foi um coletivo que transportava estudantes da zona rural para a sede do Município de Tamboril (a 282Km de Fortaleza).

O ônibus foi atacado pelos criminosos nesta terça-feira (24) numa estrada que dá acesso ao Distrito de Oliveiras. Os bandidos estavam encapuzados, segundo relatos dos estudantes que viraram reféns durante o assalto. Os bandidos agiram com violência e conseguiram roubar todos os pertences de alunos das escolas do Município que eram levados para a sede do Município.

Segundo os alunos, os assaltantes foram bastante agressivos e roubaram bolsas, carteiras, relógios, celulares e até mochilas contendo os livros e cadernos dos estudantes. Em seguida, fugiram e a Polícia agora faz buscas na tentativa de prendê-los.

Primeiro caso

Na última segunda-feira (23), o alvo dos criminosos foi um ônibus que transportava 46 estudantes universitário das cidades de Itapiúna, Baturité e Capistrano, que eram levados para as faculdades na cidade de Quixadá, no Sertão Central.

Contudo, a cerca de 20 quilômetros da cidade de Itapiúna, o coletivo foi parado em uma barricada que os criminosos montaram na pista da CE-060, no começo da noite, usando pedras, paus e galhos de árvores. O motorista foi rendido e ameaçado de morte com armas de fogo apontadas em sua direção. Em seguida, os criminosos invadiram o ônibus já perguntando sobre um policial militar que também é universitário e costuma tomar a condução. O PM não estava no coletivo.

Em seguida, os ladrões fizeram um “arrastão” nos passageiros, levando cerca de 15 aparelhos de celulares dos alunos, além de outros objetos e dinheiro. Até agora, ninguém foi preso.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar