Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.274 em 14/11/2018  

Represália: bandidos de facção atacam Fórum de Pacajus após a prisão de parte da quadrilha

Pacajus Forum 3

Bandidos fugiram deixando as marcas da facção: pichações nas paredes dos corredores e salas

Bandidos fortemente armados invadiram, na madrugada desta sexta-feira (15), o Fórum da cidade de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza/RMF (a 49Km da Capital), em busca de armas, munição e drogas apreendidas nos processos criminais em tramitação naquela Comarca. Os criminosos renderam os vigilantes, que foram amarrados e ameaçados de morte. O bando revirou cartórios e salas de juízes e promotores e pichou as paredes interndas e externas do prédio com a sigla e números em referência à facção Guardiões do Estado (GDE).

O ataque dos criminosos aconteceu horas após uma operação deflagrada pela Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal de Pacajus que resultou na prisão de sete bandidos, suspeitos de integrar uma quadrilha responsável por assaltos e mortes naquela cidade. O chefe da quadrilha, conhecido como “Magão da Aldeia”, conseguiu furar o cerco policial e, supostamente, teria ordenado o ataque ao Fórum como represália pela captura de seus comparsas.

A ação dos criminosos ocorreu durante cerca de 40 minutos e a Polícia só foi avisada após a fuga dos bandidos. Patrulhas da PM realizam desde então um cerco na área na tentativa de localizar os suspeitos. Reforços policiais de cidades vizinhas, como Chorozinho e Cascavel foram acionados para também participar da operação de caça aos integrantes da facção.

Capturados

Durante a operação foram detidos os suspeitos de praticar os crimes por ordem de “Magão da Aldeia. O bando é suspeito também de ter cometido um latrocínio (roubo seguido de morte) naquela cidade na noite da última quarta-feira (13), cuja vítima foi um contador, cidadão bastante conhecido em Pacajus.

Os detidos na operação foram identificados como Renan Monteiro Mendes, José Carlos Lima, da Silva, José Francisco da Costa, Regenilson Pereira de Sousa, Francisco Gilmário da Silva Lima, Bruno Oliveira da Silva e Leandro Araújo dos Santos

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar