Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

2.779

Atualizado em 20/7/2018  

Professor é assassinado a tiros por aluno dentro da escola na Região Metropolitana de Fortaleza

Professor morto em Guaiúba

O professor foi baleado dentro da sala de aula, diante dos alunos, e acabou morrendo quando era socorrido. O atirador conseguiu fugir e está sendo procurado na cidade

Professor morto em Guaiúba 3

O professor Alan Nogueira foi baleado e morto

Um professor foi morto a tiros, na manhã desta quarta-feira (27), na cidade de Guaiúba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O crime aconteceu na Escola de Ensino Fundamental e Médio José Tristão Filho, localizada na Rua Maria do Carmo, 100. Segundo as primeiras informações colhidas pela Polícia no local do crime, um aluno invadiu a escola e atirou contra o professor Alan Nogueira, que era também o coordenador da unidade de ensino.

O crime aconteceu em sala de aula, diante de vários estudantes. Em seguida, o atirador fugiu. Os dois haviam discutido anteriormente. O professor foi baleado no tórax e abdome.

Uma equipe de socorristas foi enviada ao local, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. O clima de pânico tomou de conta dos alunos, funcionários e demais professores da escola. A Polícia Militar cercou o local, mas não localizou o aluno atirador.

Outros casos

Na semana passada, um aluno foi baleado dentro da sala de aula em uma escola pública, em Fortaleza. O crime ocorreu no bairro Quintino Cunha, na zona Oeste da Capital. O rapaz, de 17 anos, foi atingido com um tiro de raspão na cabeça e outro nos braços, sendo socorrido para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), onde permaneceu internado alguns dias e foi liberado.

Em abril, um estudante identificado como Francisco Matheus Lima Gurgel, de 17 anos, aluno do 2º ano do Ensino Médio, foi assassinado, a tiros, dentro de um colégio no Município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A Escola Eunice Weaver foi o palco da violência.

No dia 2 de fevereiro, uma estudante de 15 anos foi assassinada, a tiros, na porta da escola particular onde estudante, localizada no cruzamento das ruas Tulipa Negra e Cônego de Castro, no bairro Presidente Vargas. A aluna, identificada como Regilana de Oliveira, chegava à escola quando bandidos tentaram matar um homem que estava próximo. Uma bala perdida acabou atingindo mortalmente a estudante. No dia 19 de março, uma estudante ficou ferida ao ser atingida por uma bala perdida disparada em uma escola pública no bairro Ancuri, também na Capital.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar