Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

3.564 Em 18/9/2018  

Exército de milhares de dependentes químicos busca auxílio para sair das drogas

 Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscando

SIRENE ABERTA   

Fernando Ribeiro

 CRack 3

O consumo de crack causa dívidas aos dependentes e a cobraça, muitas vezes, termina em morte

A demanda é grande. São dezenas de milhares de jovens - e até crianças – mergulhados no mundo das drogas em Fortaleza. Prova disso são os números apresentados pelo Centro de Referência Sobre Drogas de Fortaleza, instituição criada pelo governo do estado e que está subordinada à Secretaria Especial de Políticas Sobre Drogas. Somente neste ano, nada menos, que 1.878 pessoas pediram ajuda ao órgão em busca de orientação e tratamento.

TRATAMENTO PROCURADO

Em três anos – entre 2015 e 2018 – 8.490 usuários de drogas foram ao Centro em busca de tratamento. E a maioria dos que tentam deixar o vício são do sexo masculino (78 por cento), contra 22 formado por pessoas do sexo feminino. Os problemas para esses dependentes químicos e suas famílias são muitos, desde o abandono aos atos de violência. Ameaças de traficantes àqueles que compraram drogas e não pagam são reais e acabam, em geral, se concretizando em assassinato. É tarefa, sim, dos governos prestarem auxílio, assistência e acompanhamento a estas pessoas, especialmente os jovens e adolescentes, como forma de tirá-las da calamidade das drogas.

SEGURANÇA NAS GOIABEIRAS

Não houve mortes na comunidade Goiabeiras, como foi noticiado por alguns setores da Imprensa acerca do tiroteio ocorrido na noite da última sexta-feira (22) naquela comunidade pertencente à Barra do Ceará (Zona Oeste da Capital). Quatro pessoas foram baleadas. Três delas tiveram ferimentos leves e, no dia seguinte, receberam alta médica e voltaram para suas casas. Uma, porém, ainda está hospitalizada, pois teria sido atingida por um tiro à altura da virilha. O fato é que a ação de criminosos veio como uma afronta apenas três dias após a inauguração da Torre de Segurança do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), da Prefeitura de Fortaleza. Os bandidos que agiam na área sumiram com a instalação da torre. Criminosos saíram de outro bairro e foram até as Goiabeiras praticar o atentado. Já foram identificados e serão presos em breve. O PMPU promete resgatar a segurança nas áreas mais afetadas pela criminalidade na Capital, e já está “incomodando” a bandidagem. A comunidade agradece.

BLINDADOS VIRAM ALVO

Em seis meses, já foram registrados nove assaltos a carros-fortes no Ceará. Bandidos decidiram partir para esta modalidade criminosa por ser extremamente rentável. Os ataques acontecem nas rodovias estaduais e federais e ocorrem à qualquer hora do dia. As empresas de transporte de valores adotaram algumas medidas emergenciais, tais como alternar os dias e horários das viagens, alterar rotas e utilizar comboios ao invés de apenas um blindado. Ainda assim, não foi possível frear a sanha dos criminosos. Eles já agiram até mesmo em Fortaleza, durante o ataque a um carro-forte que iria abastecer os caixas eletrônicos de um shopping em plena Aldeota. Ladrões também atacaram nos seguintes Municípios: Aracati (BR-304, duas vezes), Mombaça (na CE-060), São Luís do Curu (BR-222), Santa Quitéria (na CE-176), Chorozinho (BR-116) e em Varjota (na CE-183). Em geral, essas quadrilhas usam armas de grosso calibre (fuzis, metralhadoras e submetralhadoras), além de artefatos explosivos. A origem desse arsenal não é investigada.

CIDADE DO MEDO

A cidade de Pacajus, na região Metropolitana de Fortaleza (a 50Km da Capital), padece de violência e insegurança. Nem mesmo a recente inauguração de uma companhia do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) naquele Município foi o suficiente para aplacar as ações constantes da bandidagem. A delegacia da Polícia Civil é tida pela população como inoperante. Não funciona à noite, nem em fins de semana ou feriados. Vive mais com as portas fechadas que abertas. O tráfico de drogas é intenso nos bairros da periferia, e no Centro são os assaltos que assombram os transeuntes. A Guarda Municipal de Pacajus tem feito o seu papel e ajudado a conter a criminalidade. Jás Polícias Civil e Militar têm recebido muitas críticas dos moradores e comerciantes. O recém-instalado videomonitoramento não possui comunicação com as equipes nas ruas e, portanto, também se torna inoperante.

MAIS GRADES

E o Ceará vai ganhar mais cadeia. No meio da semana, o governador Camilo Santana (PT) anunciou a inauguração de uma nova unidade para o Sistema Penitenciário do estado. Trata-se de um Centro de Detenção, construído, recentemente, no Município de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A nova unidade deve abrigar em torno de 500 presidiários e vai, momentaneamente, aliviar a superlotação de presos nas delegacias de Polícia da Grande Fortaleza e, em especial, a carceragem do Complexo das Delegacias Especializadas (Code), situado no Bairro de Fátima (onde por anos funcionou a Academia da Polícia Civil). Ali, a situação é de perigo total, por conta da superlotação de presos considerados de alta periculosidade. As tentativas de fuga são constantes e preocupam delegados, escrivães e inspetores.

MAIS PERITOS

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) deverá ganhar novos profissionais no próximo ano. Um concurso para a contratação de peritos, legistas e auxiliares deve acontecer no segundo semestre de 2018. O número de vagas ainda não foi definido. A Pefoce tem tido uma imensa carga de trabalho diante dos altíssimos índices de violência no estado. Os núcleos regionais do órgão (instalados nos Municípios de Canindé, Tauá, Juazeiro do Norte, Quixeramobim, Iguatu, Russas e Sobral) se desdobram para a elaboração de centenas de laudos de assassinatos, acidentes e outros delitos. O número de profissionais é pequeno diante de tanta demanda. Ainda assim, os trabalhos são de excelência e têm respaldado as investigações da Polícia Judiciária.

E TEM MAIS!!!

* Após o escândalo do envolvimento de policiais do órgão em um esquema de corrupção, os trabalhos na Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) entraram em ritmo lento. O número de apreensões de entorpecentes e de prisões de traficantes caiu consideravelmente.

* Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) vai criar uma comissão para realizar “estudos de caso” dos episódios de abordagens desastrosas de policiais civis e militares nas ruas. As recentes mortes de cidadãos em operações da Polícia levaram o órgão a esta decisão.

* Tribunal de Justiça do Estado do Ceará tem dois novos desembargadores. Os nomes foram votados e aprovados pelo Pleno nesta quinta-feira (28). Os novos integrantes do TJCE são os juízes Henrique Jorge Holanda Silveira (por merecimento) e Marlúcia de Araújo Bezerra (por antiguidade).

* Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, segundo deu titular, André Costa, vai criar uma comissão para realizar “estudos de casos” nos episódios em que policiais realizam abordagens desastrosas nas ruas, que terminam na morte de cidadãos. Os casos não são raros, diga-se.

* Neste fim de semana o Ceará deve ultrapassar a marca dos 2.500 assassinatos em 2018. Até a noite da quinta-feira (28), com o registro de uma chacina na cidade de Quixeramobim, já haviam sido contabilizados 2.485 homicídios no estado. Faltam, portanto, 15. A média diária é de 14 crimes.

* Neste domingo (1º de julho), 7.036 candidatos farão provas no concurso para juiz substituto do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará. Concorrem a 50 vagas. As provas objetivas serão aplicadas em 178 salas de aulas distribuídas em nove locais na Capital. A partir de 8 horas.

PERGUNTA (S) DO DIA: Será mesmo verdade que o estado vai pagar a bagatela de R$ 1,4 milhão por mês a uma locadora pelo aluguel de carros que servirão como viaturas da PM? Quem é mesmo o dono dessa locadora?

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar