Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

3.564 Em 18/9/2018  

Mês de agosto: violência armada deixa uma mulher assassinada a cada 24 horas no Ceará

Gata morta 4Gata morta 1Gata morta 3 

Gata morta 6Gata morta 7gata morta 9

Em nove dias de agosto, nove mulheres foram assassinadas no Ceará. Os casos mais recentes ocorreram nas últimas 24 horas. Na noite desta quinta-feira (9), uma jovem foi executada a tiros no bairro Passaré, na zona Sul da Capital, e outra no Parque Luzardo Viana, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). No acumulado do ano, já são 298 mulheres mortas no estado, numa média de uma a cada 24 horas.

Também nesta quinta-feira, foi reconhecido no necrotério da Coordenadoria de Medicina Legal da Perícia Forense do Ceará (Comel/Pefoce), o corpo de uma jovem seqüestrada e encontrada morta na noite de quarta-feira (8), em um terreno baldio na Rua Umuarama, bairro Granja Lisboa, no Grande Bom Jardim, zona Sul da Capital. Tratava-se de Andreza Maria Ferreira Lopes, 23 anos.

A Polícia trabalha com a hipótese de um “acerto de contas” de facções criminosas e tráfico de entorpecentes. Informações obtidas com testemunhas revelam que a garota foi seqüestrada por bandidos em um carro preto. Horas depois, o corpo de Andreza foi encontrado. Ela estava com as mãos amarradas para trás e apresentava cerca de 10 tiros no rosto, caracterizando uma execução sumária típica de crimes praticados por facções.

Mais mortes

No mesmo dia (quarta), também foi vítima de uma execução sumária uma mulher de 27 anos. Era a dona de casa e ex-presidiária Marcieli dos Santos de Lima. Ela se encontrava em um ponto de ônibus na Avenida Vicente de Castro, no bairro Cais do Porto. Estava acompanhada da filha, uma garota de 8 anos de idade. Ia levar a criança ao dentista, mas acabou sendo morta com vários tiros de pistola na cabeça, tendo morte instantânea. Marcieli era ex-companheira de um traficante de drogas que atuava na comunidade da Estiva, no Mucuripe. O homem foi assassinado há cerca de dois meses e a mulher acabou apontada como suspeita de envolvimento no crime.

Três dias antes, no domingo (5), a jovem Flávia Fernandes Moura da Silva, 20, foi executada, a tiros próximo de casa,na Rua Lozano, bairro Vicente Pinzón, na zona Leste de Fortaleza.

No sábado (4), a vítima da violência contra as mulheres no Ceará foi a estudante Talita Maria Cunha Moura, adolescente de 17 anos. A garota tombou morta após sofrer vários tiros à queima-roupa, crime ocorrido no Município de Trairi, no litoral Norte do estado (a 130Km de Fortaleza).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar