Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.020 em 23/10/2018  

Assassinato de vereador em Itaitinga pode está ligado à guerra de facções na RMF

Itaitinga hoje

Momento exato em que um dos pistoleiros atira no vereador, que está na Hilux

A morte do presidente da Câmara dos Vereadores do Município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), pode está ligado à guerra de facções criminosas que atinge o Ceará. A hipótese não foi descartada pelas autoridades que trabalham nas investigações. O político foi morto, a tiros, no começo da tarde desta sexta-feira (31) na porta da Câmara.

O vereador João Roberto de Oliveira Martins, 52 anos, foi baleado ainda dentro de sua caminhonete Hilux no momento em que chegava à sede da câmara na companhia da esposa e de outro homem. Os três foram surpreendidos pelos pistoleiros que desembarcaram de um veículo modelo Palio Weekend preto. Um dos atiradores já desceu do carro disparando a arma contra João Roberto. Desesperada, a mulher dele desceu apressadamente da Hilux, mas foi ferida com um tiro no pé esquerdo.

Há suspeitas de que o assassinato do vereador tenha dado sequência a uma série de crimes ocorridos em Itaitinga nos últimos meses. Outras três pessoas, que teriam ligações com João Roberto, teriam sido assassinadas da mesma forma: executadas sumariamente.

Fichado

O caso está sendo investigado pela Delegacia Metropolitana de Itaitinga com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O político iria completar 53 anos de idade no próximo dia 30. Ele era natural da cidade de Mauriti (a 507Km de Fortaleza) e tinha antecedentes criminais. Em sua ficha constavam crimes de calúnia, ameaça e porte ilegal de armas. Chegou a ser preso no Município do Eusébio e foi solto por ordem judicial.

O vereador será sepultado neste sábado.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar