Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.020 em 23/10/2018  

Bairro Vila Velha ganha hoje Torre de Proteção e reforço policial no combate à violência

Torre hoje 2

As Torres de Proteção Comunitárias levam mais segurança aos bairros da Capital cearense

Torre hoje

As ruas são vigiadas durante 24 horas uma rede de câmeras. O monitoramento acontece na torre

A cidade de Fortaleza ganhará nesta quarta-feira (26) mais um equipamento de Segurança Pública cujo objetivo é reduzir a criminalidade na Capital cearense. Será inaugurada a terceira Torre de Proteção Comunitária (TPC) do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), iniciativa da Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF) em parceria com o governo do Estado. A torre está instalada no bairro Vila Velha, na zona Oeste. Guardas municipais e policiais militares estarão atuando conjuntamente durante 24 horas junto à população na prevenção à violência.


Este é o terceiro equipamento do PMPU instalado em Fortaleza. O primeiro foi inaugurado no dia 28 de janeiro no bairro Jangurussu (zona Sul da Capital) e o segundo, no dia 19 de junho, na comunidade Goiabeiras, na Barra do Ceará (zona Oeste). Com o funcionamento das duas torres, os índices de crimes nas duas regiões da Capital caíram vertiginosamente, especialmente os delitos contra o patrimônio (roubos e furtos) e contra a vida (homicídios, tentativa de homicídio e lesões corporais).
Queda
No Jangurussu, a redução de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), isto é, homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, foi da ordem de 50,7 por cento na comparação entre 2017 e 2018, no período compreendido entre os dias 28 de fevereiro (data de instalação da Torre) e o dia 31 de agosto último. De 69 caiu para 34 o número de CVLIs.
Nas Goiabeiras, a redução da taxa de homicídios foi ainda mais significativa, da ordem de 75,5 por cento, no período analisado, de 19 de junho (data de inauguração da Torre) a 31 de agosto último, caindo de 45 para 11 mortes violentas.
Vila Velha
A Torre de Proteção Comunitária da Vila Velha está instalada no cruzamento das avenidas G e L, a poucos metros onde funciona a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro. A exemplo do que já ocorre no Jangurussu e nas Goiabeiras, durante 24 horas o perímetro de abrangência da Torre contará com a presença de viaturas e motos da Guarda Municipal de Fortaleza e da Polícia Militar.
A área passará a ser vigiada diuturnamente por uma rede de câmeras instaladas em diversos pontos do bairro, e as imagens monitoradas através da central eletrônica instalada na torre, onde avenidas, ruas, becos e praças estarão sendo vistas nos monitores. Essa vigilância virtual vai direcionar as operações diárias dos agentes.
Complementando essa vigilância, serão implementadas blitze diárias em pontos diferentes do bairro, com vistas a revistas em veículos, condutores e passageiros. Em ação de maior envergadura, além de guardas e PMs, estarão presentes outros órgãos municipais e estaduais como a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMA), Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e o Juizado da Infância e da Adolescência de Fortaleza. O objetivo é um só: levar a paz social à comunidade com a redução dos índices criminais.
Paralelamente ao trabalho dos agentes de segurança, a instalação da Torre levará ao bairro Vila Velha a prestação de serviços sociais, como emissão de documentos, oferta de cursos profissionalizantes e de empreendedorismo, práticas artísticas e esportivas e encaminhamento para tratamento médico para dependentes químicos.
SERVIÇO:
O QUÊ: Inauguração da Torre de Proteção Comunitária do bairro Vila Velha
QUANDO? Nesta quarta-feira, a partir de 17 horas
ONDE? Esquina das avenidas F e G do bairro Vila Velha – Fortaleza (CE)
CONTATO: 9.8826-7143 ou 9 8956-6562 Jornalista Fernando Ribeiro

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar