Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2018

4.290 em 16/11/2018  

Ele fica!

Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscando

SIRENE ABERTA   

Fernando Ribeiro

Camilo e André 5

Camilo quer André Costa por mais quatro anos comandando a Segurança Pública do Ceará

Mesmo coma a alta da criminalidade no estado, com a guerra de facções nas ruas, pessoas sendo degoladas e esquartejadas na periferia e a desordem completa nos presídios, o governo decidiu manter no cargo de secretário da Segurança Pública o delegado federal André Costa. Ele afina seu discurso com o do chefe, Camilo Santana (PT), batendo pé e sustentando que os índices da violência são favoráveis, que os crimes de morte estão caindo no Ceará há sete meses.

Costa reapareceu, nesta quinta-feira (8), após um período de “mergulho” no período eleitoral. Diante de câmeras e microfones, sustentou, ontem, que o Ceará vem apresentando um declínio de índices dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), que, na prática, são os homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Assegurou que caíram, também, os registros de latrocínios (roubos seguidos de morte) e que, neste quesito, o Ceará está muito acima da meta nacional da redução de assassinatos. Já o Ministério Público Estadual instaurou duas ações para apurar a veracidade ou não dos números de mortes que Costa e sua assessoria apresentam. Os promotores querem saber se está acontecendo uma “maquiagem” nestes números. Caso isto seja comprovado, o secretário pode ser enquadrado na lei por improbidade administrativa. No cargo, ele fica.

FIQUE POR DENTRO

* Em apenas oito dias do mês de novembro, nove mulheres foram assassinadas no Ceará, numa média superior a uma crime do gênero à cada 24 horas. A matança de garotas tem sido devastadora na periferia de Fortaleza e na Região Metropolitana. No acumulado do ano, já foram mortas 406 mulheres no Ceará. A maioria dos crimes permanece sem esclarecimento.

* O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, já acena com grandes mudanças na Lei Penal e no combate ao crime organizado no país. Além de defender a redução da maioridade penal para 16 anos, quer também concessão da posse de armas de fogo mais facilitada para os cidadãos, fim da progressão de regime para quem pratica crime grave e maior tempo de internação para menores infratores.

* Finalmente, a Polícia Federal deve liberar, até a próxima semana, a autorização para que a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), expeça os portes de arma para seus integrantes. O armamento já está comprado e estocado, além da munição. Os guardas atuam, hoje, como importantes agentes da Segurança Pública na Capital, em trabalho conjunto com a tropa da Polícia Militar.

* Falando em Guarda Municipal, o vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan, que comanda o Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), que inaugurar ainda neste ano mais duas Células (torres) de Proteção Comunitária na Capital: Na Sabiaguaba e Canindezinho. A parceria Prefeitura e Governo do Estado no PMPU prevê o funcionamento de 12 torres em Fortaleza até 2020.

* O estado do Ceará está gastando cerca de R$ 5 milhões todos os meses somente no pagamento de horas-extras para policiais civis, militares, bombeiros e peritos. O dinheiro está caindo na conta dos agentes rigorosamente em dia. Os extras são batizados de Irso (Indenização de Reforço do Serviço Operacional). Os servidores trabalham durante a folga e reforçam o orçamento familiar.

* Aumentaram no Ceará os furtos de energia elétrica. Entre janeiro e outubro deste ano, 58 pessoas foram presas em flagrante por terem praticado o “gato” (furto de energia). Esse número é igual ao das prisões efetuadas em todo o ano de 2017. A maioria das prisões aconteceu em Fortaleza e nos Municípios de São Gonçalo do Amarante, Mombaça e Tianguá.

* De janeiro a novembro o Ceará já registrou 38 ataques a bancos, todos no Interior. Os casos mais recentes aconteceram em Monsenhor Tabosa e no Distrito de Aracatiaçu, em Sobral, onde ladrões usaram dinamite outros artefatos para destruir caixas eletrônicos e cofres. Mas, as explosões são tão fortes que acabam destruindo as agências por completo e prejudicando sensivelmente a população.

* Cerca de 90 pessoas foram assassinadas em Sobral neste ano. A matança acontece por conta da guerra entre facções em bairros periféricos, como Terrenos Novos, Nova Caiçara e Dom José. A comitiva do programa “Ceará Pacífico” desembarcou em Sobral na noite da última quarta-feira em busca de solucionar o problema. Cerca de uma hora após a reunião, outro assassinato aconteceu.

* A prioridade do governador Camilo Santana na Segurança Pública é expandir o Batalhão Raio para todos os Municípios. Segundo um oficial da Corporação, isto tem provocado uma debandada do efetivo do Policiamento Ostensivo Geral (POG) para o Raio. Companhias e batalhões estão sendo esvaziados. Uma unidade da PM na Capital, “perdeu” de uma só vez, mais de 40 homens.

* A Justiça condenou o Estado do Ceará a pagar uma indenização no valor de R$ 50 mil para a mãe e o filho de uma jovem morta quando estava presa no Presídio Feminino Desembargadora Auri Moura Costa. O processo por danos morais apontou que o crime ocorreu em abril de 2015 durante um motim naquela unidade. A jovem detenta foi assassinada com cerca de 15 perfurações de cossoco.

* A Polícia investiga na cidade de Reriutaba a morte de um travesti. Francisco Flávio de Oliveira, 34 anos, conhecido por “Natascha”, foi assassinado, a tiros, no quintal de sua casa quando se divertia com os amigos. Um dia antes, ele havia recebido uma ameaça de morte. Dois bandidos, usando roupas e capuzes pretos, invadiram a casa e perguntaram: “Quem é Natascha?”, e mataram a vítima.

E A PERGUNTA DO DIA: Você compraria uma arma para se defender da bandidagem?

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar