Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.134 em 21/6/2019  

Militar cearense vai comandar Força Nacional de Segurança no governo Bolsonaro

Intermitente piscandoIntermitente piscando Intermitente piscando

SIRENE ABERTA   

Fernando Ribeiro

Aginaldo 2

Coronel Aginaldo Oliveira, "caveira" da PM cearense, vai comandar a FNS pela segunda vez

Um coronel da PM do Ceará vai comandar a Força Nacional de Segurança (FNS) no governo Bolsonaro. As tratativas já foram iniciadas e devem avançar até o final desta semana. O órgão ficará sob o guarda-chuva de Sérgio Moro, futuro Ministro da Justiça e Segurança Pública. A atuação da Força Nacional é requisitada por governadores ou ministros em situações que podem sair do controle das forças locais de segurança. Trata-se do coronel PM Aginaldo Oliveira, atualmente, chefe do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e apontado como um dos oficiais mais preparados da Polícia Militar do Ceará, tendo, inclusive, formação do Bope, do Rio de Janeiro. A tropa cearense comemora. Aginaldo tem o respeito e o apreço da Corporação.

OPERAÇÃO EM XEQUE

Ainda sobre o episódio da operação realizada pela Polícia na cidade de Milagres (a 494Km de Fortaleza), há oito dias, a fase de depoimentos dos agentes da Segurança Pública que participaram da empreitada deve começar na próxima semana. Um inquérito policial e uma sindicância disciplinar estão tramitando simultaneamente. O primeiro, na Delegacia de Polícia Civil de Milagres. A segunda, na Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário (CGD). O papel da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) será fundamental na elaboração dos laudos das perícias balística e cadavérica, além da realizada no local do confronto entre a Polícia a quadrilha de ladrões de bancos.

NA DEFESA DAS MULHERES

Será oficialmente inaugurada nesta sexta-feira (14) a Casa da Mulher, um importante equipamento que vai reunir em um só lugar as instituições que atuam na defesa das mulheres e que tratam do acompanhamento psicológico das vítimas da violência. Desde junho deste ano, as atividades das promotorias de Justiça que atuam perante o Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Fortaleza passaram a funcionar na Casa da Mulher Brasileira. Além do MPCE, o local integra em sua estrutura Delegacia de Defesa da Mulher, Centros de Referência da Mulher, Juizado Especializado e Defensoria Pública. O foco é o atendimento a mulheres que sofram qualquer tipo de violência de gênero, tais como agressões físicas, psicológica, moral, sexual e patrimonial, assédio moral, assédio sexual, negligência, violência institucional, pornografia virtual, entre outras.

E TEM MAIS:

* Polícia de Sobral agiu com rapidez e, em pouco mais de 24 horas, prendeu o bandido que assaltou o bispo diocesano, dom Vasconcelos, crime ocorrido dentro de uma loja de roupas, na tarde da última quarta-feira (12). A população aplaudiu e pede mais operações nas ruas para combater os assaltos.

* A tragédia já estava anunciada: as ameaças entre presos por conta da rivalidade de facções criminosas resultaram em sangue na Cadeia Pública de São Gonçalo do Amarante. Na manhã de quarta-feira (12), dois detentos foram assassinados a golpes de cossoco e por espancamento.

* A matança de mulheres no Ceará levará o estado a fechar o ano de 2018 com um recorde histórico no número de assassinatos de vítimas do sexo feminino. Até a manhã desta sexta-feira (14), o número exato de mulheres assassinadas no Ceará era de 457.

* Operações desastrosas da Polícia cearense neste ano também estão em alta. Entre as vítimas figuram: um garoto de 6 anos (no Bom Jardim), um gerente de telemarketing (na Avenida José Bastos), uma terapeuta (na Avenida Oliveira Paiva, na Cidade dos Funcionários), um jogador de sinuca (em Campos Sales), além da suspeita das mortes dos seis reféns, em Milagres.

* Governador Camilo Santana ainda não decidiu se mantém no cargo o atual secretário da Segurança Pública e Defesa Social, delegado federal André Costa. Mas, a tendência é que ele saia do cargo para dar lugar a um militar. Um general do Exército já estaria sendo sondado pelo Palácio da Abolição.

* A quebradeira das novas viaturas da PM e da Polícia Civil já começou. Os carros são alugados e a promessa de imediata reposição para cada um que apresente pane ou se envolva em acidentes não saiu do papel. O governo está sendo cobrado pelos agentes da Segurança Pública.

* Vereador Julierme Sena (PROS) subiu à tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza e responsabilizou a Coordenadoria de Inteligência da SSPDS (Coin) como responsável pelo fracasso na operação em Milagres, que deixou o triste resultado de seis reféns mortos.

* Reduzir os homicídios no Brasil será um dos principais desafios do governo de Jair Bolsonaro na Segurança Pública. Com a instalação, em setembro passado, do Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, o objetivo é reduzir em 17% os assassinatos logo no primeiro ano de governo.

* Na Câmara Federal estão para serem votadas cerca de 100 propostas de alteração no atual Estatuto do Desarmamento. Vão desde pequenos reajustes à extinção total dessa lei. E os deputados aguardam, com expectativa, qual será a proposta do próximo governo para o assunto.

* Até o fim deste mês, novas operações de combate ao crime de desvio de verbas públicas em prefeituras do Ceará irão movimentar o Ministério Público Estadual e a Polícia Civil. Vários gestores estão na mira dessas autoridades. O MP promete não dar descanso aos prefeitos corruptos!

* E a farra das drogas no Centro de Fortaleza continua, sem que nenhuma autoridade busque uma solução para o caso. Na comunidade do Oitão Preto, traficantes vendem drogas à qualquer hora e os usuários vão consumi-las em plena via pública, especialmente na Praça da Estação e arredores.

* A guerra das facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE) em cidades metropolitanas como Caucaia, Pacajus, Horizonte e Maracanaú parece que não tem mais fim. Somente em Caucaia foram 23 mortes em novembro. Neste mês, já são 18, até ontem (13).

* Sindicato dos Médicos denuncia que profissionais (médicos, enfermeiros, técnicos e outros) estão ameaçados de morte por bandidos de uma facção. Isto acontece no Posto de Saúde George Benevides Monteiro, no bairro Quintino Cunha, em Fortaleza. Tem até toque de recolher. Cadê a Polícia ???

* E A PERGUNTA DO DIA: Por que o secretário André Costa não foi a Milagres ???

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

z1
 
 
Jornalista
Fernando Ribeiro
Bem-vindos ao blog, espaço destinado a matérias sempre atualizadas sobre Fortaleza e o Estado do Ceará
 
icon (85) 9 8826.7143

Compartilhe conteúdo

 

12f

 

zz1