Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

724 em 20/4/2019  

Tragédia familiar: pai, mãe e filho são assassinados dentro de casa na zona Oeste de Fortaleza

Jacarecanga 2

O crime aconteceu dentro de uma residência na Rua Tirol, no bairro Jacarecanga 

Jacarecanga 1

Depois de eliminar as vítimas, os criminosos picharam as paredes da casa com a sigla GDE

Duplo hoje 2

Pai e filho foram fuzilados dentro de casa. A mãe, baleada, acabou morrendo no hospital 

Pai, mãe e filho foram assassinados, na manhã desta quinta-feira (31), dentro de casa, na zona Oeste de Fortaleza. A tragédia familiar ocorreu na Rua Tirol, no bairro Jacarecanga, quando o imóvel foi invadido por pessoas armadas com pistolas de vários calibres.

A Polícia suspeita que o triplo homicídio tenha sido motivado por um “acerto de contas” e já investiga o caso através do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os três mortos foram identificados como Francisco Adriano do Nascimento Gregório, 37 anos; a esposa dele, Janaína Carneiro da Silva, 32 anos; e o filho do casal, Anderson Mendes do Nascimento, 18 anos.

Pai e filho morreram ainda dentro da residência, atingidos com vários tiros disparados à queima-roupa. Já a dona de casa Janaína Carneiro chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pirambu, mas não resistiu aos ferimentos.

Outros dois filhos do casal, um garoto de 11 anos e um adolescente de 14 anos, estavam também na casa, mas foram levados para um quarto e “poupados” pelos assassinos.

Ficha criminal

Ainda de acordo com a Nota Oficial da SSPDS, das três vítimas, apenas uma delas tinha histórico criminal. Tratava-se do pai. Francisco Adriano do Nascimento Gregório respondia na Justiça pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, roubo e receptação.

Equipes da Perícia Forense (Pefoce) e do DHPP estiveram no local do crime iniciando os trabalhos de investigação. Os corpos já foram removidos para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel).

O inquérito sobre o caso será instaurado pela 4ª Delegacia do DHPP.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar