Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.151 em 24/6/2019  

Restos mortais encontrados eram do gerente de banco que desapareceu da cidade de Ocara no Dia das Mães

Gerente 1

O corpo do gerente foi encontrado semicarbonizado e em avançado estado de decomposição

Após a prisão de um suspeito, a Polícia já investiga como assassinato o caso antes como desaparecimento de um gerente de banco no interior do Ceará. Exames antropológicos realizados pela equipe de especialistas da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), confirmaram que restos mortais encontrados na semana passada são mesmo do bancário.

A vítima era o capixaba Wagner Santos Morais, 42 anos, que durante quase quatro anos exerceu o cargo de gerente da agência do Banco do Brasil do Município de Ocara, na região do Maciço de Baturité (a 101Km de Fortaleza). Ele sumiu na manhã do último dia 12 (domingo, Dia das Mães), quando saiu de casa, naquela cidade com alguns documentos, segundo informou à Polícia a namorada dele, Cleiciane Sousa. Aquela era a última vez que o gerente aparecera vivo. Sumiu misteriosamente.

Na semana passada, o carro de Wagner (um Fiat Strada) foi encontrado abandonado e incendiado próximo ao Canal da Integração, na zona rural do Município de Chorozinho, na Região Metropolitana de Fortaleza (a 64Km da Capital). Horas, depois, restos mortais e documentos do gerente foram localizados próximo à Serra do Brito, na zona rural de Cascavel (a 53Km de Fortaleza). .

Desvendar o mistério

A ossada humana foi removida pela Pefoce, que iniciou o trabalho de comprovação de DNA e exames antropológicos com informações da família do gerente. Nos restos mortais foi comprovada a existência de uma placa de aço (intervertebral) resultante de uma cirurgia que o bancário foi submetido. Com base em radiografias que a família dele havia guardada, foi feita a comparação numérica com a peça retirada pelos legistas e comprovada que se tratava do gerente desaparecido.

Um suspeito do crime está detido na Delegacia Regional de Polícia de Baturité, responsável pelas investigações do desaparecimento e que agora se transformou em um caso de assassinato. Para a Polícia, não restam dúvidas de que o gerente foi seqüestrado e morto, tendo os assassinos tentado destruir o corpo da vítima através de fogo. A Polícia segue na busca pelo fim do mistério em torno do caso.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

z1
 
 
Jornalista
Fernando Ribeiro
Bem-vindos ao blog, espaço destinado a matérias sempre atualizadas sobre Fortaleza e o Estado do Ceará
 
icon (85) 9 8826.7143

Compartilhe conteúdo

 

12f

 

zz1