Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.200 em 11/11/2019  

Bombeiros encontram mais um corpo nos escombros do Edifício Andréa. Agora, são cinco mortos no desabamento

Corpo retirado

O quinto corpo encontrado nos escombros foi localizado no começo da tarde desta quinta

Subiu para cinco o número de mortos na tragédia Don desabamento do Edifício Andréa, em Fortaleza. No começo das tarde desta quinta-feira (17), o corpo de uma mulher foi encontrado nos escombros pelas equipes de resgate. Ela ainda não foi identificada e a Perícia Forense do Ceará (Pefoce) deverá realizar os levantamentos periciais preliminares ainda no local onde o corpo está. Em seguida, o cadáver será retirado e encaminhado à Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) para a realização da necropsia. Pela manhã, outro corpo já havia sido encontrado.

Agora, três das cinco pessoas mortas já estão identificadas. São elas: Frederick Santana dos Santos, 30 anos; Isaura Marques de Menezes, 81 anos, e Antônio Gildásio Holanda Silveira, 60 anos. Os corpos de duas mulheres – uma encontrada ontem; e a segunda, localizada hoje - não foram, ainda, identificados. Ambos permanecem entre os destroços do prédio. Um deles, o encontrado ontem, está a oito metros de profundidade da superfície, conforme o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBM-CE).

O comandante-geral do CBM, coronel Eduardo Holanda, ressalta que o ritmo dos trabalhos de buscas não teve interrupção nem foi reduzido. São cerca de 135 bombeiros militares no local, com o reforço de bombeiros voluntários e alunos do Curso de Formação de Bombeiro Militar, da Academia Estadual da Segurança Pública (Aesp). Já na parte de suporte às operações, estão mobilizados efetivos da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Samu, Cruz Vermelha Brasileira e bombeiros voluntários.

Balanço

De acordo com o último balanço, cinco pessoas estão mortas, outras cinco desaparecidas e sete foram resgatadas com vida. Três delas permanecem hospitalizadas, sendo uma delas em estado grave. Trata-se da aposentada Antônia Peixoto Coelho, 72 anos, moradora do Edifício Andréa e que foi resgatada ainda na tarde de terça-feira (15), dia do desabamento do imóvel, que era localizado na esquina das ruas Tibúrcio Cavalcante e Tomaz Acioli, no bairro Dionísio Torres, na zona nobre da Capital cearense.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar