Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.109 em 20/11/2019  

Bandidos armados invadem hospital da cidade de Guaramiranga e matam vigilante a tiros

Guaramiranga 2

Audízio Júnior da Silva foi morto, a tiros, dentro do hospital de Guaramiranga

Dois bandidos estão sendo caçados pela Polícia na região do Maciço de Baturité. Na noite desta segunda-feira (28), eles invadiram o hospital público do Município de Guaramiranga (a 92Km de Fortaleza) e mataram um dos funcionários daquela unidade de Saúde. A vítima foi o segurança do hospital, identificado como Audízio Júnior da Silva, 32 anos.

Funcionários, pacientes e seus acompanhantes relataram terem vivido momentos de pânico no hospital no momento dos tiros. Houve um corre-corre generalizado na portaria, corredores e enfermaria enquanto eram ouvidos os estampidos.

O segurança recebeu tiros na cabeça e nas costas, tendo morte imediata. Logo depois, os atiradores fugiram do local em uma motocicleta em direção à cidade de Baturité. Policiais militares do Destacamento da PM de Guaramiranga pediram apoio ao efetivo do 4º BPM (Canindé) para que fossem realizadas diligências em toda a região. Apesar das buscas, até agora os suspeitos do crime não foram localizados.

Crimes em hospitais

Este não foi o primeiro assassinato que ocorre dentro de hospitais no estado do Ceará; Relembre outros casos semelhantes:

29 de janeiro de 2016 – Bandidos invadem o hospital municipal de Jaguaribara (a 219Km de Fortaleza) e matam a tiros um paciente que aguardava atendimento. Era Marcélio Pinheiro da Silva, 30 anos de idade.

19 de setembro de 2018 – Bandidos atacam o Hospital Público de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e matam o paciente Rodrigo Breno Bandeira de Sousa, adolescente de 16 anos, que estava aguardando atendimento após ser baleado.

5 de agosto de 2019 – Um homem armado invade o Hospital da cidade de Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), e mata, com vários tiros de pistola, o jovem André Carvalho da Silva, 23 anos, que, minutos antes, havia sido vítima de um atentado a bala. O paciente foi executado na recepção do hospital.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar