Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

2.274 em 14/12/2019  

Seis pessoas morrem vítimas de acidentes de trânsito no Ceará no fim de semana

Professora

Na estrada entre as cidades de Monsenhor Tabosa e Mucambo, acidente matou uma professora 

A professora Liziane Teixeira dos Santos, 42 anos, e mais cinco pessoas integram a lista dos seis mortos em acidentes de trânsito registrados no Ceará durante o fim de semana. Liziane guiava seu automóvel na tarde de sábado pela rodovia estadual CE-265, entre as cidades de Catunda e Monsenhor Tabosa (a 300Km de Fortaleza), quando perdeu o controle da direção e o carro capotou, caindo em um barranco.

Ano momento do desastre, a professora na estava usando o cinto de segurança e, por conta disso, foi arremessada por vários metros de distância no momento em que o veículo capotou em alta velocidade. A professora teve morte imediata. Uma passageira do carro, identificada como Vanessa Abreu de Sousa, 23 anos, sofreu lesões leves e foi socorrida por populares para o Hospital Municipal de Monsenhor Tabosa.

O corpo da professora foi encaminhado ao Núcleo Regional da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) da cidade de Canindé para exames e liberado no domingo (24).

Outros acidentes

Mais cinco pessoas morreram em desastre no trânsito no fim de semana no Ceará, nos seguintes Municípios a seguir: Quixadá, Camocim, Jaguaruana, Chaval e Cascavel.

Em Quixadá, no Sertão Central, um mototaxista identificado apenas por Cícero morreu na manhã de sábado (23), colidir sua motocicleta contra uma caminhonete na BR-122. Ele teve morte imediata, segundo a Polícia.

Uma colisão entre um carro e uma moto deixou uma pessoa morta na manhã de sábado (23) no Município de Chaval (300Km de Fortaleza). Por volta de 5 horas, na rodovia estadual CE-085, na Localidade de Mucambo, um veículo Gol branco colidiu com uma moto conduzida por um homem identificado como Edmilson Pereira dos Santos, residente na localidade de Canadá, em Barroquinha.

Uma equipe do Destacamento da Polícia Militar de Chaval passava pelo local momentos depois do sinistro e presenciou o corpo do homem já morto ao lado de sua moto que era consumida pelo fogo. Metros à frente, estava o veículo com várias avarias e sem nenhum ocupante, o que leva a crer que o condutor tenha sido socorrido por populares ou fugido do local.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar