Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

1.556 em 24/8/2019  

Preso em Jericoacoara suspeito de ser o mandante da chacina em Sobral

Câmera 17.4.2015 080

José Cleiton foi detido na madrugada e já em Sobral sendo ouvido

Câmera 17.4.2015 086

O suspeito saiu da cadeia recentemente e ainda quando estava preso planejou o crime

Uma operação montada pela força-tarefa composta por policiais civis e militares capturou, na madrugada desta sexta-feira (17), o primeiro suspeito de envolvimento na chacina que vitimou seis pessoas na última terça-feira (14), no Município de Sobral. Três homens e três mulheres, entre elas uma adolescente de 15 anos, foram fuziladas por um grupo armado.

Através de pistas colhidas nas últimas horas, em meio às investigações, policiais militares sob o comando do coronel Júlio Aquino, comandante do Policiamento do Interior Norte (CPI-Norte); e do tenente-coronel Ricardo Moura, do 3º BPM (Sobral), se deslocaram até a cidade de Jijoca de Jericoacoara (a 320Km de Fortaleza) e capturaram o traficante de drogas José Cleiton Rodrigues Pereira, 30 anos, natural de Marco (CE).

Ele é apontado inicialmente como o mandante da chacina que teve como vítimas a dona-de-casa Maria de Jesus Farias; a filha dela, Patrícia Farias da Silva; a filha desta, Emily Farias da Silva, 15 anos. Além de Aureliano Silva Ribeiro; Benedito Gomes da Silva e um homem identificado até agora somente por Geovane.

O sêxtuplo assassinato ocorreu por volta de 22 horas de terça-feira última, quando a casa onde a família morava na localidade denominada Sítio Pau d’Arquino, no distrito de Aprazível, a 28 quilômetros da cidade de Sobral, foi invadida por um grupo armado e encapuzado. Dentro da residência foram mortos sumariamente com tiros na cabeça (nuca), depois de amarrados com as mãos para trás, Aurelino Silva Ribeiro, Benedito Gomes, Geovane e a adolescente Emily.

Em seguida, os criminosos sequestraram Maria de Jesus e sua filha Patrícia (mãe da menor morta na casa). No dia seguinte (15), os corpos das duas mulheres foram encontrados em meio a um matagal nas margens da rodovia estadual que liga as cidades de Alcântaras e Coreaú. Elas também estavam amarradas e receberam tiros nas costas e na cabeça.

A Polícia não divulgou ainda que pistas levaram à prisão de José Cleiton Rodrigues Pereira, mas há informações de que se trata de um ex-presidiário, saído recentemente da cadeia, onde ele teria planejado as execuções. A Polícia já identificou, pelo menos, outros três homens envolvidos na matança. Segundo o tenente-coronel Ricardo Moura, eles provavelmente teriam fugido para esta Capital.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar