Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

724 em 20/4/2019  

Polícia caça mulher suspeita de assassinar turista paulista em uma pousada no Centro

Perícia 1

Uma mulher aparentando em torno de 30 anos, estatura média, branca, cabelos pretos, está sendo procurada pela Polícia. Ela é suspeita de ter assassinado um turista paulista dentro do quarto de uma pousada no Centro da Capital.

O caso ocorreu no último fim de semana, quando o turista, identificado como Paulo Ferreira, 53 anos, de São Paulo, se hospedou numa pousada localizada na Avenida Dom Manuel, no Centro. Era a noite de sábado último, quando o casal apareceu na recepção da pousada e, depois do paulista se identificar, o casal ocupou o apartamento de número 206.

Cerca de uma hora e 40 minutos depois, a acompanhante do hóspede saiu dali informando na portaria que iria comprar um lanche. Era por volta de 23 horas. Depois disso, a desconhecida não mais apareceu.

Depois de passar todo o domingo trancado no apartamento, o hóspede não deu mais sinal de vida. Na segunda-feira à noite, a gerência da pousada decidiu verificar o que estava acontecendo. Depois de bater insistentemente na porta do quarto e não receber resposta, o gerente decidiu buscar a cópia da chave e abriu a porta, encontrando o hóspede morto na casa do apartamento.

Roubo

A Polícia foi chamada ao local. Os policiais descobriram que a carteira do hóspede estava vazia. Supostamente, a mulher suspeita teria levado o dinheiro que havia ali. Como no corpo do paulista não havia sinais aparentes de violência, foi levantada a suspeita de que o homem pode ter sido vítima do golpe “Boa-Noite Cinderela”, em que acaba ingerindo bebida alcoólica misturada a psicotrópicos ou outro tipo de droga entorpecente.

O corpo do paulista foi encaminhado à Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), onde vai passar por exames de necropsia e laboratoriais para a descoberta do que causou o óbito e se a vítima realmente ingeriu drogas.

A tese de um caso de latrocínio (roubo seguido de morte) norteia as investigações.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar