Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

474 em 20/3/2019  

Assembleia discutirá o papel dos programas policiais na TV no contexto da violência no Ceará

Wagner 2

Deputado estadual Capitão Wagner presidirá a audiência pública sobre o tema

A Assembleia Legislativa do Ceará vai debater com diversas entidades ligadas à defesa dos Direitos Humanos e religiosas, além do Sindicato dos Jornalistas e  representantes da Imprensa local, organismos oficiais e de mobilização da sociedade civil,  o papel dos programas policiais televisivos no contexto da violência no Ceará.

O assunto, que é recheado de polêmicas e posicionamentos antagônicos, será debatido numa  audiência pública presidida pelo deputado estadual  Capitão Wagner (PR). Foi através de  um pedido formal encaminhado ao gabinete do parlamentar pela Agência da Boa Notícia, da Associação Estação da Luz e do Movimento em Favor da Vida (Movida),  que a Assembleia decidiu realizar o evento.

“O assunto é polêmico e mexe com a opinião de muita gente e de muitos setores da sociedade, por isso decidimos promover este momento de debate”, afirmou o deputado. “Queremos uma discussão saudável para um assunto que também merece a nossa atenção”, completou Wagner.

A polêmica em torno do assunto não é nova, mas está sempre presente em estudos de especialistas e gera permanente discussão na sociedade, especialmente em relação ao conteúdo dos referidos programas, a linguagem usada pelos profissionais e a divulgação de imagens chocantes do dia-a-dia da violência sem freios no Ceará.

“Há quem defenda a tese de que a mídia pode influenciar no aumento da violência, e a forma como ela é encarada pela sociedade. Como também, há aqueles que afirmam que os veículos de comunicação apenas noticiam a realidade, cumprindo o seu papel de utilidade pública e transparência social”,  afirma  Wagner.

Convidados

A audiência pública será realizada nesta quarta-feira (24), a partir das 15 horas, na seda da AL e contará com a participação de representantes das seguintes entidades: Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, Arquidiocese de Fortaleza, Videira Fortaleza, Face de Cristo, Pastoral da Criança, Pastoral da Família, Igreja Batista Central,  Federação Espírita do Estado do Ceará, Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza, Centro Estadual de Referências Sobre Drogas, Núcleo Estadual de Estudos e Pesquisas Sobre a Criança , Centro de Defesa da Criança e do Adolescente(Cedeca) Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e outras.  

Também estarão presentes representantes das emissoras de televisão locais, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará (Sindjorce), da Associação Cearense de Imprensa (ACI) e produtores e apresentadores dos programas policiais locais da TV, entre eles, os deputados estaduais e jornalistas Ely Aguiar e Ferreira Aragão.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar