Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2019

956 em 24/5/2019  

Vingança? PM morto havia sofrido atentado. Acusados foram presos e agora são suspeitos de ordenar a execução

sexta hoje 008

Os três acusados de tentar matar o PM, há duas semanas, acabaram presos

HOJE 25 110

O soldado PM Douglas foi vítima de uma embosca e executado com mais de 20 tiros

A Polícia Civil, através da Divisão de Homicídiose Proteção à Pessoa (DHPP); a Coordenadoria de Inteligência Policial (CIP);  e a Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), trabalham em conjunto na tentativa de identificar e prender os responsáveis pelo assassinato do soldado PM Douglas dos Santos Silva, morto na madrugada de quinta-feira (25), em Fortaleza. 

A Polícia trabalha com a hipótese de um crime de vingança. Há dias semanas, o soldado Douglas havia se envolvido em um incidente quando saía de uma festa junina no Conjunto Prefeito José Walter: uma colisão de veículos. Na ocasião, o PM foi agredido e sofreu uma tentativa de assassinato. Bandidos oriundos da Serrinha chegaram a atirar contra o militar, mas foram perseguidos e presos em flagrante após uma fuga em alta velocidade em um veículo pajeto.

Os três suspeitos permanecem presos desde o dia do incidente. No entanto, teriam feito ameaças ao policial militar, que figurou no procedimento como vítima de uma tentativa de homicídio. Os três homens, identificados como Jônathas Gomes de Sousa, Alan da Silva Batista e Paulo Leandro Oliveira de Sousa. 

Segundo a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), no local onde o soldado PM foi morto, na Rua Rio Doce, no Parque Santana, no bairro Mondubim, cerca de 30 cápsulas de balas de pistolas calibre 380 foram encontradas.  O material foi recolhido e será submetido a perícia. 

O crime

O soldado Douglas, que estava nas fileiras da PM há apenas quatro meses, foi vítima de uma emboscada na madrugada de quinta-feira. Ele trafegava em sua motocicleta quando foi atacado por bandidos que estavam em um Gol prata. O PM recebeu um tiro e caiu da moto. Mesmo baleado, tentou fugir do local correndo, mas foi novamente baleado e teve morte instantânea. O militar foi atingido por cerca de 15 tiros. 

A POlícia não descarta a hipótese de que o crime tenha sido ordenado pelos suspeitos presos após tentar eliminar o militar há cerca de duas semanas. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar