Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

1.092 em 1/04/2020

Fim de semana começa com rebelião e fuga em cadeias públicas do Interior cearense

Iphone 4.7.2015 188

Um confronto entre grupos rivais provocou uma rebelião, na tarde deste sábado (4), na cadeia pública da cidade de Tianguá, na região Norte do Estado (336Km de Fortaleza). Pelo menos, três deles ficaram feridos e tiveram que ser transferidos para o Hospital Municipal. A Polícia Militar teve que invadir a cadeia para evitar mortes e, ao mesmo tempo, impedir que os detentos danificassem a unidade completamente.

O incidente ocorreu, conforme as informações chegada ao conhecimento da Polícia, quando era realizado o banho-de-sol. Os presos de um pavilhão foram colocados no pátio quando apareceram os rivais. O desentendimento entre eles não teve os motivos revelados.

O fato é que teve início uma briga coletiva. O tumulto que acontecia no pátio se estendeu pela carceragem e várias grades de celas foram arrancadas, conforme a PM.

A Polícia foi mobilizada e “invadiu” a cadeia pública, detento os revoltosos. Três deles estavam feridos em conseqüência das agressões físicas e tiveram que ser levados ao hospital São Camilo, onde receberam atendimento médico de urgência.

O clima na cadeia pública ainda é tenso, apesar de a PM manter o controle da situação. A Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus) ainda não se pronunciou sobre o caso, mas as autoridades não descartaram a hipótese de realizar transferências de alguns dos detentos na próxima semana. A cadeia está superlotada.

Fuga

Já na cidade de Milhã, no Sertão Central (301Km de Fortaleza), a Polícia registrou a fuga de quatro presos na manhã da última sexta-feira (3). Os detentos serraram uma grade e desapareceram. A fuga somente foi percebida pelo agente prisional responsável pela vigilância interna quando ele iniciou a abertura das celas para que os detentos fossem ao banho-de-sol .

Os quatro foragidos foram identificados como: Naílson Custódio da Silva, o “Dinha” (responde por tráfico de drogas); Francisco Ricardo Neres, o “Tiziu” (assalto); Pedro Henrique de Oliveira da Silva (receptação) e Edineudo Júnior Ventura da Silva (roubo).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar