Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017

4.004
Atualizado em 20/10/2017

Território da Paz já registrou 151 assassinatos em 2014

pistola

Moradores da Rua Orlando Dias, no bairro Granja Lisboa, ainda estão atordoados com as cenas de violências praticadas na noite do último sábado (12), quando uma mulher de 76 anos de idade foi brutalmente assassinada pelo próprio filho, um homem de 29 anos, usuário de drogas, que utilizou uma foice para praticar o crime.

Fanfest reuniu multidão no último dia da Copa. Policiamento reforçado garantiu o evento. População agora pergunta: essa segurança vai continuar?

069 

Cerca de 45 mil pessoas compareceram, na noite do domingo último, ao encerramento da Fifa Fanfest 2014, no Aterro da Praia de Iracema, segundo cálculos da direção do evento e da Polícia Militar. Milhares de fortalezenses se misturaram aos turistas nacionais e estrangeiros que ainda estavam em Fortaleza acompanhando o desenrolar do Mundial de Futebol. Apesar da presença maciça de torcedores, segundo a PM não foi registrado nenhum incidente de gravidade.

Vinte e três pessoas assassinadas na Grande Fortaleza no fim de semana

002

Vinte e três pessoas foram assassinadas no último fim de semana na Grande Fortaleza, no período compreendido entre a noite de dexta-feira (11) e o começo da madrugada desta segunda-feira (14). Foram 18 assassinatos em Fortaleza, dois em Pacajus, além outros três nas cidades de Aquiraz, Pacatuba e Horizonte. O domingo (13) registrou...

Policial federal reage na hora do assalto, mata bandido e fica ferido

ronda

263

Um agente da Polícia Federal, identificado pela Polícia Militar apenas como Airton, ficou ferido e matou um bandido durante uma tentativa de assalto ocorrida no começo da tarde desta sexta-feira (4). O crime ocorreu por volta de 12:00 quando o agente da PF saía do prédio onde mora, na Rua Oswaldo Cruz, 2582, no bairro Dionísio Torres, e foi surpreendido pelo assaltante armado com um revólver de calibre 38. Imediatamente, o policial sacou sua pistola calibre Ponto 40 e teve início um rápido tiroteio na porta do Edifício São Francisco.

O assaltante levou, pelo menos, três tiros, e caiu morto no asfalto. Já o agente federal sofreu um tiro no rosto. que atingiu a mandíbula; e outro no ombro esquerdo. Ele foi socorrido pelos familiares e vizinhos e encaminhado a um hospital particular, no bairro de Fátima, onde passa por uma cirurgia.

A patrulha RD-1138 do Ronda do Quarteirão chegou ao local poucos minutos depois, assim com policiais do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), acionados pela Ciops.

Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e outra do 2º DP (Meireles), sob o comando da delegada Socorro Portela, estiveram no local fazendo os primeiros levantamentos da investigação sobre o caso. A Perícia Forense (PEfoce) recolheu no local do tiroteio duas armas de fogo, um revólver de calibre 38 que estava ao lado do corpo do assaltante, e a pistola do policial federal.

Conforme testemunhas, o assaltante não estava só. Um comparsa o aguardava em um carro ainda não identificado, na esquina das ruas Oswaldo Cruz e Francisco Holanda. Moradores contaram ao blogdofernandoribeiro.com.br que os assaltos naquele trecho são comuns. Bandidos usando bicicletas, motos, carros ou mesmo à pé, atacam as pessoas na saída de casas e condomínios.

Filmado

O assaltante que morreu no tiroteio com o agente da PF foi identificado ainda no local do crime. Tratava-se de Anderson Lima Assunção, de aproximadamente 30 anos de idade. Segundo a Polícia, ele tinha antecedentes criminais. Respondia processos por três assaltos (roubos) e um furto. Cerca de uma hora depois do tiroteio, familiares do assaltante compareceram ao local. Anderson morava em Messejana. A Polícia agora trabalha com o objetivo de identificar o comparsa.

O tiroteio foi filmado por, pelo menos, quatro câmeras instaladas em casas e prédios do quarteirão, inclusive do próprio condomínio onde o policial reside. Como o crime é de autoria conhecida, o caso será apurado não pela DHPP, mas pela delegacia da área, o 4º DP (Pio XII).

Primeiro dia de julho registrou 11 assassinatos na RMF

Depois do balanço da criminalidade no mês de junho na Grande Fortaleza, que resultou na morte de, pelo menos, 258 pessoas, o mês de julho começou também de forma violenta na RMF. Entre zero hora de terça-feira (1º) e o começo da madrugada desta quarta-feira (2), nada menos, que 11 pessoas foram assassinadas na Capital e nos Municípios da Metropolitana. Foram sete assassinatos em Fortaleza, dois em Caucaia, um em Pacajus e outro no Eusébio.
O primeiro crime ocorreu por volta de 0h40, na Rua José Setúbal de Sousa, no bairro Cais do Porto, na zona Leste de Fortaleza, quando um jovem, ainda não identificado, foi morto a tiros. Cerca de seis horas depois, um duplo homicídio em Caucaia, quando os corpos de Willison Dener Mota da Silva e de outro homem sem identificação foram encontrados com marcas de violência.

Às 14h55, Lorena Hellen Rodrigues de Sousa foi assassinada, a tiros, na Rua Geraldo Barbosa, no bairro Bom Jardim, no 'Território da Paz'. Às 16h10, foi a vez de Álisson de Sousa Lima ser assassinado, com vários balaços, na Rua Joaquim Lima, no bairro Papicu. À noite, foram registrados mais cinco homicídios, mobilizando equipes da PM e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para os locais dos crimes. Às 18h40, Leonardo Cabral de Lima foi assassinado na Rua do Cruzeiro, no Município do Eusébio. Depois, às 19 horas, na Rua Francisco Marques Pereira, localidade de Pedra Branca, em Pacajus (49Km de Fortalerza), Romário Henrique dos Santos tombou sem vida, baleado.

A sequência de crimes continuou e, às 19h30, Francisco Elmo Lima Cunha foi morto, a tiros, na Rua Piauí, no bairro Pici. Depois, às 22h25, a Perícia Forense do Estado (Pefoce) recolheu na Rua Heribaldo Costa, no bairro João XXIII, o corpo de Alberto Rodrigues da Silva, também executado à bala. No fim da noite, às 23h30, ocorreu mais um crime de morte. Foi na Avenida D do Conjunto Prefeito José Walter, tendo como vítima, Francisco Emerson Oliveira de Souza, atingido por vários tiros.

Mulher assassinada

E no começo da madrugada desta quarta-feira (2), o corpo de uma mulher foi encontrado em um canteiro de obras localizado no cruzamento da Rua Padre Cícero com a Avenida José Bastos, no Benfica. A Perícia comprovou que a vítima - identificada apenas por Carliane - foi morta com vários golpes de faca. Em um dos bolsos do short que a mulher vestia a Perícia encontrou um cachimbo usado para fumar pedras de crack. O delegado de plantão da DHPP. Cleófilo Melo, esteve à frente das investigações no local e três suspeitos foram detidos nas proximidades, sendo encaminhados ao 3º DP (Otávio Bonfim) para ser ouvidos.

Confronto de gangues

Já na manhã de hoje, um tiroteio envolvendo integrantes de duas gangues, terminou em morte no bairro Vila Velha IV, na zona Oeste. Um ex-presidiário, identificado como João Lucas da Silva, 20 anos, foi morto. Outro rapaz ficou ferido gravemente. Segundo a Polícia, o conflito envolve  as gangues V3 e Gafanhotos. O homem assassinado havia saído do presídio há apenas três meses.

Aparato da segurança tem garantido jogos e Fanfest

b1

 

Dezoito dias após a abertura  da Copa do Mundo, as autoridades da Segurança Pública do Estado do Ceará acenam com um balanço positivo da operação de policiamento na Capial. Até agora, nenhum incidente considerado de gravidade foi registrado na Arena Castelão, no seu entorno; e na Praia da Iracema, onde está sendo realizada a FanFest da Fifa.

Nos dias de jogos da Copa no Castelão, o aparato de segurança é reforçado e começa a trabalhar a partir de 6h30, quando os batalhões de Policiamento de Eventos (BPE), de Polícia de Choque (BPChoque), de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) montam barreiras de contenção nas três vias principais de acesso à praça esportiva, as avenidas Doutor Silas Munguba (antiga Dedé Brasil), Deputado Paulino Rocha (a partir do entroncamento com a BR-116) e Alberto Craveiro (a partir do viaduto do Makro, na Aerolândia).

Com a fixação das três barreiras de policiais fortemente armados torna-se praticamente inviável qualquer tipo de manifestação se aproximar do Castelão. Além disso, o bloqueio inclui o desvio do tráfego. Somente é permitida a passagens dos automóveis credenciados (de moradores) e veículos oficiais como os de transporte de delegações, de autoridades, e da própria Polícia, Corpo de Bombeiros e 'forças amigas', incluindo aí as tropas federais.

Pelo ar, três helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), equipados com câmeras de alta potência, fazem varredura na verificação de possíveis focos de manifestantes, bem como, auxiliam no desvio de trânsito e identificam eventuais ocorrências policiais na área, como assaltos, roubo de veículos etc. Os helicópteros 'Fênix" também estão prontos para ser utilizados em resgates de feridos em acidentes.

Além desse trabalho, os aparelhos da Ciopaer transmitem on-line imagens de tudo o que está acontecendo nas áreas patrulhadas pelas aeronaves. Estas, são transmitidas para o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), na sede da SSPDS, responsável por toda a coordenação da operação. Cabe ao secretário da Segurança Pública, ao superintendente regional da Polícia Federal e ao Comandante da 10ª Região Militar tomar as medidas necessárias para a garantia dos eventos.

Já na Arena Fanfest e no seu entorno, o trabalho tem sido elogiado por cearenses e turistas nacionais e estrangeiros. Cabe ao Batalhão do Policiamento Turístico (BPTur), ao Ronda do Quarteirão, Cavalaria e Pelotão de Motopatrulhas do Comando do Policiamento da Capital (CPC) fazerem o patrulhamento tanto na faixa de areia onde ocorrem os eventos, assim como ao longo das avenidas Historiador Raimundo Girão, Almirante Barroso, Abolição, Beira-Mar, Monsenhor Tabosa e nas vias transversais. Em cada cruzamento há policiais de prontidão.

Tanto no entorno da Arena Castelão como da FanFest, na Praia de Iracema, estão estacionados Centros Integrados de Comando e Controle Locais (CICCLs), caminhões dotados de Plantaforma de Observação Elevada (POE), que são torres compostas por câmeras dispostas em todas as direções (360º). Elas permitem uma visualização plena e de alta resolução (inclusive à noite) a um raio de distância de até três quilômetros.

Nos últimos dias, a PM, através de sua Tropa de Choque, tem sido mobilizada para impedir que manifestantes da construção civil (categoria em greve) acessem à área da FanFest e à Avenida Beira-Mar, locais considerados de segurança máxima (prioritária) para o evento Fifa. Na manhã desta segunda-feira ocorreu um confronto ali próximo, logo superado pelo BPChoque. Mesmo assim, três PMs e um manifestante ficaram feridos.

RAPIDINHAS: sequestro/confronto/corpos identificados

Gerente e família são sequestrados em Fortaleza

O gerente de uma empresa de ônibus e seus familiares sofreram um sequestro entre a madrugada e a manhã desta segunda-feira, em Fortaleza. O caso foi registrado pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). Conforme informações chegadas ao conhecimento das autoridades, uma quadrilha, formada por oito homens, rendeu o gerente e sua família em sua residência, no bairro Parquelândia, ainda durante a madrugada. Pela manhã, o bando se dividiu. Cinco homens seguiram com o gerente até o seu local de trabalho, a garagem e escritório da empresa, localizada na Rua Lucas Avelino, 700, no bairro Planalto Ayrton Senna (zona Sul de Fortaleza). A outra parte do bando - três criminosos - permaneceu com os familiares da vítima na residência. Somente após o gerente abrir o escritório e retirar todo o dinheiro que estava ali e entregar aos ladrões, é que os sequestradores deixaram a casa da família. Os criminosos ainda roubaram o carro do gerente, um Fox preto de placas OHX-1006 (CE).  Até o começo da tarde, o automóvel não havia sido localizado. Várias patrulhas da Polícia Militar foram acionadas, mas os assaltantes-sequestradores não foram localizados.

Policiais e manifestantes feridos em confronto no Meireles

Três policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e, pelo menos, um operário da construção civil, ficaram feridos em um confronto que ocorreu, no fim da manhã de hoje, no bairro Meireles. Em mais uma passeata pelas ruas da capital, os operários em greve tentaram chegar à Avenida Beira-Mar, mas a Tropa de Choque impediu. Em resposta, manifestantes atiraram pedras contra os PMs, que revidaram utilizando munição não-letal, como gás lacrimogêneo e balas de borracha. Um PM atingido com uma pedrada nos braços fez um Boletim de Ocorrência (B.O.) no 2º DP (Meireles) e foi submetido a exame de corpo de delito na sede da Perícia Forense (Pefoce).

Assaltantes mortos por policial são identificados

Foram identificados no necrotério da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) de Fortaleza, os corpos dos dois assaltantes que morreram numa troca de tiros com um policial militar, na tarde do último domingo. Os mortos foram identificados como Edilberto Breno da Silva e Davi Henrique Alexandre de Sousa. Os bandidos invadiram uma churrascaria e venda de fragos na Avenida Alberto Magno, no Montese, e foram repelidos pelo PM que estava de folga. Numa rápida troca de tiros, os três acabaram feridos. O militar foi levado para o IJF-Centro. Os dois assaltantes morreram no local.

Assalto em churrascaria no Montese deixa dois mortos neste domingo. Mesmo baleado, PM reagiu e matou os ladrões

 

 

ronda

Uma tentativa de assalto terminou em um duplo assassinato, na tarde deste domingo (29/6), no bairro Montese. Segundo as primeiras informações da Polícia, dois homens, que ocupavam uma motocicleta, invadiram as dependências de uma churrascaria e venda de frangos e carnes, denominada "Luiz do Frango", situada na Avenida Alberto Magno, 1005, e teriam anunciado um assalto. Contudo, um policial militar, à paisana, estava no local e reagiu. Houve uma rápida troca de tiros e os dois bandidos foram baleados, assim como o PM.

Um dos assaltantes, identificado até o momento apenas por Breno, caiu morto junto ao balcão do estabalecimento. Já o comparsa dele, tombou sem vida na calçada. Ele foi identificado pela Polícia como Davi Henrique Alexandre Souza. Os dois teriam chegado no ponto comercial armados e na motocicleta de placa HXM-5157 (CE) que ficou no local. Já o policial militar, identificado somente como cabo Wanderley Rodrigues, destacado no Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), sofreu um tiro e foi socorrido para o Instituto Doutor José Frota. A segurança no hospital teve que ser reforçada pois surgiram boatos de que comparsas dos assaltantes mortos estariam ameaçando ir até o 'Frotão' para matar o militar. Patrulha do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e do Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE) estão ho hospital resguardando a segurança.

No local do crime, uma aglomeração se formou em frente ao estabelecimento comercial, interrompendo o trânsito na Avenida Alberto Magno. O Comando do Policiamento da Capital (CPC) determinou o isolamento da área até a chegada de equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Em contato por telefone com o blogdofernandoribeiro.com.br, o comandante do Batalhão de Policiamento de Eventos, tenente-coronel PM Aginaldo Oliveira, informou que o estado de saúde do cabo Wanderley não é grave. "Ele levou um tiro em uma das mãos e está sendo medicado. Mas está tudo bem com ele", disse o oficial.

AGENTES DA SEGURANÇA MORTOS 

Neste ano, pelo menos, sete agentes da Segurança Pública foram mortos em assaltos no Ceará. O último caso ocorreu na  tarde de sexta-feira passada (27/6), quando um subtenente da Reserva Remunerada da PM foi assaltado, baleado e morto dentro do seu estabelecimento comercial, um mercadinho no Município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Até agora, os criminosos, que roubaram a pistola do PM, não foram encontrados. O assalto foi filmado por câmeras do mercadinho.  

Mais um policial é assassinado no Ceará, o sétimo em 2014. Subtenente da Reserva da PM foi morto por bandidos na presença do filho de 10 anos, no Eusébio

Nesta sexta-feira (27) subiu para sete o número de agentes da Segurança Pública mortos, neste ano, no Ceará. Era por volta das 14 horas quando três bandidos - dois homens e uma mulher -, ainda não identificados, assassinaram o subtenente da Reserva da Polícia Militar, Francisco Alcimiro da Silveira. O militar, que já havia exercido o cargo de comandante da Guarda Municipal do Eusébio, foi vereador do Município e, atualmente, era suplente de vereador pelo PSB, foi morto na frente de seu filho, um garoto de apenas 10 anos de idade, dentro do seu estabelecimento comercial, um mercadinho localizado  na Rua Francisco Mota, no distrito de Olho D'Água, nos arredores daquela cidade (Região Metropolitana de Fortaleza).

O crime foi filmado por uma câmera do próprio estabelecimento comercial. Policiais do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), estiveram no local do crime e apuraram que se tratou de um assassinato premeditado. Os ladrões, supostamente, sabiam que o subtenente estaria armado. Um dos ladrões entrou primeiramente no mercainho e pediu um refrigerante. Depois de tomar a bebida, ele saiu dali e, em pouco tempo, voltou com os comparsas e anunciou o assalto. O PM teria reagido, sendo ferido.

A quadrilha fugiu em um veículo modelo Siena, prata que, provavelmente, foi o mesmo tomado de assalto, cerca de uma hora e meia antes, no bairro Maraponga. Mais tarde, o carro acabou sendo encontrado, abandonado, na Estrada do Fio, com marcas de sangue e o para-brisa danificado. 

O subtenente ainda foi socorrido para o hospital do Eusébio, mas não resistiu. Conforme as primeiras investigações, os ladrões roubaram a arma do PM, o que caracterizou o crime de latrocínio (roubo seguido de morte).  Até o começo da noite, a Polícia continuava em diligências no Eusébio e localidades próximas no intuito de prender os assaltantes.

 

Veja, a seguir, a sequência de mortes de policiais no Ceará neste ano

 

01 - (09/01) Policial militar Fernande Vanuncci Bezerra da Silva é morto, a tiros, ao reagir contra assaltantes na Rua Heribaldo Costa, no bairro João XXIII.

02 - (14/03) Policial militar José Edson Andrade é baleado e morto durante um assalto a uma empresa de alimentos e transportes no bairro Parque Potira, em Caucaia.

03 - (17/03) Delegado de Polícia Civil do Piauí, Lucas Craveiro Alves, cearense, é assassinado ao trocar tiros com assaltantes que tentaram roubar seu veículo, quando o policial saía de uma pizzaria na Avenida Washington Soares, no bairro Água Fria.

04 - (23/04) Ex-PM Paulo Sérgio Chagas de Oliveira é morto, com vários tiros, na Avenida Stênio Gomes, no bairro Vila Peri, em um suposto assalto.

05 - (20/05) Policial militar Paulo Henrique Farias é baleado e morto ao reagir contra assaltantes na porta de um salão de beleza, na Avenida I do Conjunto Ceará.

06 - (21/06) Policial militar Carlos Wanderley Vicente Barbosa é morto no Conjunto São Cristóvão, Jangurussu. Bandidos fogem levando a arma e a motocicleta do militar, o que caracterizou um latrocínio (roubo seguido de morte).

07 - (27/06) Subtenente da Reserva da PM, Francisco Alcimiro da Silveira é assassinado por assaltantes em seu estabelecimento, no Eusébio

Autoridades comemoram sucesso de Fortaleza na Copa Fifa 2014. Aparato de segurança garante tranquilidade na Arena Castelão e na Fanfest

Autoridades do Ceará comemoram os resultados positivos apresentados por Fortaleza na primeira fase da Copa do Mundo da Fifa 2014. O público médio em cada uma das partidas do Mundial realizadas na Arena Castelão foi de 46 mil torcedores.  Já nos eventos diários realizados na Arena Fanfest, no Aterro da Praia de Iracema, o público médio tem sido de aproximadamente 25 mil por cada jogo.

Na manhã de hoje (25), autoridades estaduais e municipais, além de representantes do Ministério Público, convocaram a Imprensa para apresentar os números relativos ao balanço da Copa na Capital cearense. No setor da Segurança Pública, foram lavrados somente 16 casos de flagrantes. O Ministério Público Estadual (MPE) informou ter realizado 77 procedimentos e garantiu que a Polícia Militar tem atuado dentro da legalidade no trabalho de garantia de acesso dos torcedores ao estádio, através de barreiras policiais nas vias do entorno da arena.

O sucesso na grande concentração de torcedores na Arena FanFest em Fortaleza, e a tranquilidade durante os eventos, receberam elogios da comissão organizadora da Fifa, que convidou representantes do Estado a comparecer, hoje, ao Rio de Janeiro para falar sobre o planejamento e a execução da festa.

Segundo as autoridades, o êxito tem sido alcançado graças ao compartilhamento das ações operacionais integradas entre os diversos órgãos envolvidos na operação, como a Secretaria Estadual da Copa (Secopa), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Empresa de Transportes Urbanos de Fortaleza (Etufor), Vigilância Sanitária, Juizado da Infância e da Juventude de Fortaleza, entre outros. Conforme o planejamento, à cada jogo na Arena castelão, são mobilizados 170 agentes de trânsito (AMC), além de um efetivo da PM que ultrapassa três mil homens.

Cabe ao Comando do Policiamento Especializado (BPE) gerenciar a operação de segurança nas vias de acesso ao estádio, com barreiras policiais montadas nas avenidas Doutor Silas Munguba (antiga Dedé Brasil), Deputado Paulino Rocha e Alberto Craveiro. O trabalho desenvolvido pelas tropas dos batalhões de Polícia de Choque (BPChoque), Policiamento de Eventos (BPE), de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE),  e do Policiamento Ostensivo Geral (POG), tem impedido a aproximação de manifestantes na Arena Castelão. Já na área da Fanfest e seu entorno, a operação está sob a responsabilidade do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), Batalhão de Policiamento Comunitário/BPCom (Ronda do Quarteirão), Pelotão de Motopatrulhas, 8ºPM (Meireles) e BPRaio.  

Fim de semana violento na Grande Fortaleza registrou 30 casos de assassinatos

A Grande Fortaleza registrou um fim de semana marcado pela violência armada. Pelo menos, 30 pessoas foram assassinadas somente entre as 18 horas da última sexta-feira (20) e o começo da madrugada desta segunda-feira (23). Conforme o blogodofernandoribeiro.com.br constatou, dos 30 homicídios, 24 deles ocorreram em Fortaleza e os outros seis em Municípios da Região Metropolitana.

Em Fortaleza, os crimes de morte ocorreram nos seguintes bairros: Genibaú, Parquelândia, José Walter, Bom Jardim, Vicente Pinzón, Vila Velha, Jacarecanga, Sabiaguaba, Jangurussu, Jardim das Oliveiras, Castelão, Pirambu, Itaoca, Maraponga, Granja Portugal (3 crimes), Pedras, Passaré, João XXIII, Presidente Kennedy, Vila Manoel Sátiro e Praia do Futuro.

Já na Região Metropolitana de Fortaleza, os assassinatos aconteceram nos seguintes Municípios: Maranguape (2 casos), Caucaia (2 casos), Cascavel e Maracanaú.

Dos 30 assassinatos, 22 deles foram praticados com o uso de armas de fogo, dois a golpes de faca, outro a pauladas e os demais através de outros meios.

Veja a seguir, a lista dos mortos e locais de crimes:

01 - Rubem Costa Alves (bala) - Genibaú 20/6

02 - Simon Brendon da Silva Freitas (bala) - Parque Potira/Caucaia 20/6

03 - Diego Paiva Carneiro (bala) - Jardim Bandeirantes/Maracanaú 20/6

04 - Corpo sem identificação/feminino (faca) - Localidade Moita Redonda/Cascavel 20/06

05 - Alessandro de Lima Pereira (bala) - Parquelândia 21/6

06 - Marcos Luan Calíope de Freitas (bala) - Conjunto Prefeito José Walter 21/6

07 - Alexandre Barbosa Arruda (bala) - Bom Jardim 21/6

08 - Corpo sem identificação/feminino (outros meios) - Vicente Pinzón 21/6

09 - George Costa de Sousa (bala) - Vila Velha 21/6

10 - João Victor Braga Martins (outros meios) - Jacarecanga 21/6

11 - José Aurino Pereira da Silva (outros meios) - Sabiaguaba 21/6

12 - Carlos Wanderley Vicente Barbosa (bala) - Jangurussu 21/6

13 - Wilson Nascimento dos Santos (bala) - Granja Portugal 21/6

14 - Roberto Carlos Araújo Gomes (bala) - Picuí/Caucaia 21/6

15 - Francisco E. (bala) - Maranguape 21/6

16 - Francisco Rivelino Gomes Cambraia (bala) - Jardimm das Oliveiras 22/6

17 - Wantuil Lima dos Santos (bala) - Castelão 22/6

18 - Francisco Sérgio Pereira da Silva (bala) - Pirambu 22/6

19 - Corpo sem identificação/masculino (bala) - Montese 22/6

20 - Paulo Henrique Batista Alexandre (bala) - Maraponga 22/6

21 - Paulo Victor da Silva Germano (bala) - Granja Portugal 22/6

22 - Antônio Rafael Paixão (bala) - Pedras 22/6

23 - Víctor Hélder Barbosa da Silva (bala) - Passaré 22/6

24 - Francisco José de Sousa (outros meios) João XXIII 22/6

25 - Francisco Genilson Ferreira (faca) - Itapebussu/Maranguape 22/6

26 - Corpo sem identificação (pauladas) - Presidente Kennedy 22/6

27 - Alexandre D. (outros meios) - Mondubim 22/6

28 - José Elias Menezes Félix (bala) - Granja Portugal 22/6

29 - Paulo Santos Brito da Silva (bala) - Vila Manoel Sátiro - 22/6

30 - Elvis F. (bala ) - Praia do Futuro  22/6

Bala 'perdida' que atingiu criança no entorno da FanFest, na Praia de Iracema, teria sido disparada por gangueiros, segundo a Secretaria da Segurança Pública

Uma desavença entre gangues pode ter sido o motivo de um incidente que ocorreu já perto do fim da noite da última terça-feira (17)  após a partida Brasil x México pelo Grupo A da Copa do Mundo da Fifa 2014, em Fortaleza. O fato ocorreu por volta de 22h30, na Rua João Cordeiro, na Praia de Iracema, no entorno do local onde está sendo realizada a FanFest. Um garoto de apenas 7 anos de idade foi atingido com um tiro de raspão na clavícula e está hospitalizado. Ele e e seus familiares retornavam do evento, segundo apurou a Polícia.

Em, Nota à Imprensa,  publicada em seu site, no começo da tarde desta quarta-feira (18), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou a informação divulgada com antecipação pelo blogdofernandoribeiro.com.br de que os suspeitos do crime foram um jovem  maior de idade e um adolescente. Conforme o órgão, eles teriam disparado os tiros "em desafetos de uma gangue rival", afastando a hipótese de que a dupla estaria no entorno da FanFest praticando assaltos.

Conforme a nota, os autores dos disparos foram Marcos de Souza Alves, 19 anos; e o adolescente J.H.B.A., 16. Ambos já tinham antecedentes criminais. Contra o menor havia um mandando de apreensão judicial em aberto, por ato infracional de porte ilegal de arma. Ele responde também por assalto (roubo). Já o adulto é acusado de vários delitos. Ainda menor de idade, foi autuado em flagrante por homicidio, tráfico de drogas e sequestro-relâmpago (roubo com restrição de liberdade).

Após os tiros na Rua João Cordeiro e a bala perdida que atingiu a criança, os dois acusados tentaram fugir, mas foram capturados por policiais militares do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), que reforçam a segurança na orla marítima na Operação Copa 2014.  Ambos foram encaminhados à Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur), onde Marcos foi autuado por tentativa de homicídio. O menor, encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Marcos teria sido reconhecido como o autor dos disparos, muito embora o adolescente tenha assumido o crime.

(Leia também no blog: "Balanço do jogo Brasil x México em Fortaleza: 35 manifestantes detidos, dois mexicanos presos, quatro paulistas flagrados com ingressos falsos e uma criança baleada na Praia de Iracema")

Balanço do jogo do BrasilxMéxico em Fortaleza: 35 manifestantes detidos, dois mexicanos presos, quatro paulistas flagrados com ingressos falsos e uma criança baleada na Praia de Iracema

Pelo menos, 35 pessoas - entre elas 12 adolescentes - foram presas durante as manifestações realizadas no entorno e vias de acesso da Arena Castelão, na tarde de ontem (17), por ocasião da partida Brasil x México pelo grupo A da Copa do Mundo da Fifa/2014. Integrantes de várias categorias ou ligadas a  entidades sociais, se reuniram no começo da tarde e organizaram uma manifestação que, a princípio, seria pacífica. Mais cedo, ainda pela manhã, um grupo diminuto de manifestantes tentou impedir o embarque de torcedores nos ônibus que saíam da Via Expressa, no Mucuripe, em direção ao estádio. Porém, patrulhas do Comando Tático Motorizado (Cotam) foram acionadas e, rapidamente, a situação contornada, sendo o embarque retomado sem problemas.

Já nas três principais vias de acesso ao Castelão, as avenidas Alberto Craveiro, Doutor Silas Munguba (antiga Dedé Brasil) e Deputado Paulino Rocha, foram montadas linhas de contenção (barreiras) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), operação coordenada pessoalmente pelo chefe do Comando do Policiamento Especializado (CPE), coronel PM José Maria Barbosa Soares.

CAMPO DE GUERRA

A manifestação reunindo cerca de 500 pessoas - segundo avaliação da PM - se concentrou à altura do viaduto do Makro, no entroncamento da BR-116 com as avenidas Alberto Craveiro e Governador Raul Barbosa, na Aerolândia. Os manifestantes tentaram seguir em direção ao Castelão, mas desistiram ao perceber o forte aparato policial que ali estava postado. Segundo o comandante do CPE, estavam no local 180 homens do BPChoque e 10 viaturas.

Os manifestantes, então, decidiram deixar o viaduto e seguir pela BR-116. Conforme Soares, em contato com o blogdofernandoribeiro.com.br na manhã desta quarta-feira (18), os manifestantes tentaram fechar a rodovia. Houve congestionamento e apedrejamento de veículos.

Por determinação do comando do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), órgão gestor da segurança da Copa, a tropa foi direcionada ao local para restaurar a ordem. "Aí, o que aconteceu é que fomos recebidos com muitas pedras, xingamentos e outros tipos de agressão. Determinei, então, que as vias fossem imediatamente desbloqueadas", disse o oficial.  A Tropa de Choque utilizou granadas de gás lacrimogênio e jatos d'água (disparados do caminhão antitumulto do BPChoque) e o trânsito voltou a fluir. Nesta ocasião, vários manifestantes foram detidos e encaminhados ao 16º DP e à DCA (Delegacia da Criança e do Adolescente).

Até por volta das 20 horas da terça-feira, parte dos detidos na operação ainda se encontrava no plantão do 16º DP (Dias Macedo) para ser autuada em flagrante. Já os menores foram ouvidos na DCA, e ali lavrados os respectivos Termos de Apreensão em Flagrante,  com base no artigo 41-B do Estatuto do Torcedor, que prevê o crime por ato de "promover tumulto, praticar ou incitar violência, ou invadir local restrito em eventos esportivos".

INCIDENTES FILMADOS

Segundo Soares, na BR-116 aconteceu um verdadeiro "campo de guerra". "Apreendemos pedras, gasolina, bilas, e outros artefatos. Não havia necessidade de nada disso", disse o oficial. Ele ressalta que a operação da PM foi acompanhada por representantes do Ministério Público Estadual (MPE) e que todos os episódios foram filmados e gravados para eventual avaliação posterior das autoridades. Câmeras moderníssimas, acopladas aos helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer,) também foram utilizadas e as imagens, captadas em alta resolução, transmitidas on-line para o CICCR, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

CRIANÇA BALEADA

Já do outro lado da Capital, no entorno do Aterro da Praia de Iracema, a Polícia Militar registrou um incidente grave, por volta de 22h30, quando uma criança foi baleada, sendo atingida com um tiro de raspão no pescoço. O fato ocorreu a três quarteirões da Arena FanFest, na Rua João Cordeiro.

Segundo o chefe da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), tenente-coronel PM Kennedy Lopes, o crime foi praticado por uma dupla que trafegava em uma motocicleta e estaria na área, supostamente, praticando assaltos. Os dois suspeitos foram rapidamente presos por policiais do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur). Um homem de 20 anos e um adolescente de 17 estavam armados com uma pistola e um facão. Eles foram levados, incialmente, para a Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur) e, posteriormente, o menor encaminhado à DCA. O garoto ferido foi levado para o IJF-Centro, não sendo informado o seu estado de saúde.

MEXICANOS PRESOS

Já na Arena Fanfest, no Aterror da Praia de Iracema, que reubiu cerca de 42 mil pessoas ontem, segundo cálculos da organização, o evento foi tranquilo. As delegacias plantonistas na área registraram apenas Boletins de Ocorrência (B.O.) por perda de documento e pequenos furtos. No 16º DP também foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (T.C.O.) contra dois torcedores mexicanos, por terem jogado bebida em um policial militar.

PAULISTAS FLAGRADOS COM INGRESSOS FALSOS

No entorno da Arena Castelão, a Polícia Militar prendeu em flagrante quatro paulistas que estavam com ingressos falsos. Eles foram encaminhados ao plantão do 5ºP (Parangaba) onde ocorreu o procedimento por crime de estelionato e falsificação de documento. Os nomes dos detidos não foram divulgados.

Polícia registra mais 12 assassinatos na Grande Fortaleza

Pelo menos, 12 pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza (Capital e Região Metropolitana) entre quinta e sexta-feiras. Entre os casos registrados pelos setores da Segurança Pública, um tiroteio que ocorreu cerca de duas horas após o fim da partida entre BrasilxCroácia, na abertura da Copa do Mundo da Fifa 2014. O incicente ocorreu por volta de 21 horas na Avenida dos Jangadeiros, no Mucuripe, quando ocorreu um tiroteio supostamente envolvendo gangues do bairro Cais do Porto. No confronto, uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas, segundo dados da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).

O jovem identificado como José Wellington de Lima Silva foi atingido com vários tiros disparados à queima-roupa e teve morte imediata. Outras cinco pessoas, incluindo três menores de idade, e identificadas como Luzinete, Sheyla, Moisés, Silvanei e Edinardo, foram baleadas. Todas foram socorridas por equipes do Samu e por populares para o Instituto Doutor José Frota. Policiais do 8° BPM (Aldeota), BPTur, BPraio e do Ronda do Quarteirão foram ao local do crime e reeberam informações de que o crime foi praticado por um grupo formado por vários adolescentes. Os atiradores fugiram e não foram ainda identificados. O corpo de José Wellington foi encaminhado à sede da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

MAIS CRIMES

Ainda na noite de quinta-feira, a Polícia registrou dois casos de assassinato na cidade de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza. Por volta de 19h20, um homem, identificado como Manoel Messias de Paulo, foi morto com vários tiros. Cerca de uma hora depois, também acabou morto Antônio Wilson Martins dos Santos, atingido com vários disparos de arma de fogo. A Polícia Civil investiga se há ligação entre os dois casos.

Também às 19h30, a Polícia foi acionada para atender a uma ocorrência de assassinato no Conjunto São Cristóvão, no bairro Jangurussu. Ali, foi assassinado, na Rua 315, o jovem José Raimundo Rodrigues Amaral.  Mais cedo, por volta de 16 horas, Francisco Luisiane de Sousa Lima foi executado, a tiros, na Rua Doutor Floro Bartolmeu, no Pio XII.

Ainda na quinta-feira, foram registrados outros crimes de homicídio nos bairros Parque Santa Maria, na Grande Messejana; Serrinha, Jaçanaú (em Maracanaú), além de dois achados de cadáveres nos bairros Granja Portugal e Praia do Futuro. Em ambos os casos, as vítimas não foram ainda identificadas.

Fim de semana na Grande Fortaleza já registrou 21 mortes violentas, entre homicídios e acidentes de trânsito

O fim de semana ainda não terminou, mas já registra até o começo da tarde deste domingo (8), pelo menos, 21 mortes de causas violentas. Da noite de sexta-feira (18:00) até o começo da tarde de hoje (13:00) foram contabilizados pelas autoridades da Segurança Pública, 16 casos de homicídio e mais cinco mortes em acidentes de trânsito com óbitos na Grande Fortaleza.

Somente neste domingo, foram cinco pessoas mortas em acidentes de trânsito. O primeiro deles aconteceu por volta de 4h30, em plena Avenida Barão de Studart, na Aldeota, quando um homem, identificado como Francisco de Assis Xavier, morreu atropelado. Por volta de 8 horas, outro desastre deixou três mortos na rodovia estadual CE-090, a Rodovia Litorânea, em Icaraí, Caucaia. Um veículo se desgovernou e bateu em um poste, causando a morte dos três ocupantes. Já no começo da tarde, ocorreu o quinto acidente fatal. Foi na esquina das ruas Princesa Isabel e Guilherme Rocha, no Centro. Um mototaxista, ainda não identificado, morreu numa colisão com uma topique que seguia em direção à Barra do Ceará.

 

Assassinatos

 

Na noite de sexta-feira, foram registrados seis casos de homicídio na Grande Fortaleza, nos seguintes Municípios: Itaitinga, Caucaia, Aquiraz, Maranguape e Fortaleza (nos bairros Mondubim e Varjota). No sábado, foram mais sete assassinatos, na Granja Portugal, Guaiúba, Maranguape, Passaré, Barroso, Ancuri e Mondubim.

Já entre a madrugada e o começo da tarde deste domingo, a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) registrou mais três assassinatos em Fortaleza. Por volta de 3h15, um homem foi morto, a tiros, na Rua Francisco Dantas, no bairro Edson Queiroz. A vítima acabou identificada como Álisson Mateus de Sousa. Em seguida, às 4h30, o segundo assassinato ocorreu na Rua José Aírton Cavalcante, no bairro Álvaro Weyne (zona Oeste da Capital). O corpo de Daniel Ferreira da Costa apresentava várias marcas de tiros. E por volta de 12h30, um homem ainda sem identificação foi baleado e morto no cruzamento das avenidas Presidente Costa e Silva (Perimetral) e Castelo de Castro, no bairro Jangurussu.

z1
 
 
Jornalista
Fernando Ribeiro
Bem-vindos ao blog, espaço destinado a matérias sempre atualizadas sobre Fortaleza e o Estado do Ceará
 
icon (85) 9 8826.7143

Compartilhe conteúdo

 

12f

 

zz1