Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

2.157 em 19/06/2020

Pai condenado a 14 anos de cadeia por ter estuprado a filha adolescente

algemado1

Catorze anos e três meses de prisão. Esta foi a sentença que a Justiça impôs a um homem acusado de ter estuprado a filha, adolescente, na cidade de Barbalha, na Região Sul do Estado do Estado do Ceará (Cariri). O réu já está atrás das grades e o juiz que prolatou a condenação informou que o pedófilo não poderá recorrer da decisão em liberdade. Terá que ficar preso.

O caso aconteceu, segundo o processo, em 2012. Era o dia 21 de fevereiro quando a adolescente, que na época do fato tinha 14 anos, procurou ajuda de familiares diante do grave fato. Chegou na casa da dia se queixando de fortes dores abdominais. A tia passou a perguntar o que havia acontecido. A sobrinha, então, revelou que fora estuprada pelo pai. A Polícia foi chamada até a residência. Momentos depois, o pai foi detido.

Na delegacia de Polícia Civil de Barbalha, o suspeito, um jardineiro, confessou o crime. Dois dias depois, a pedido da Polícia e com o aval do Ministério Público, o suspeito teve a prisão preventiva decretada. Em seguida, ele foi denunciado pela Promotoria. A acusação é de prática de estupro de vulnerável.

Provas

O julgamento do caso ocorreu na Terceira Vara da Comarca de Barbalha. O juiz de Direito, Renato Esmeraldo Paes considerou que “a materialidade e a autoria delitiva (do crime) restaram perfeitamente comprovadas”. E mais: “a versão apresentada pela vítima é perfeitamente coerente com o laudo do exame de corpo de delito, cujas lesões apontadas são equivalentes aos abusos que (a vítima) afirma haver sofrido do acusado”.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar